Todas as empresas optantes pelo Simples Nacional já devem ter ouvido falar na sigla CSOSN. Contudo, são poucos os empreendedores que realmente sabem o que ele significa e como aplicá-lo no dia a dia. Neste artigo iremos explicar:

  • O que é o CSOSN;
  • Para que serve a Tabela CSOSN 2019;
  • Tabela de equivalência CST e CSOSN;
  • Como saber qual o código CSOSN correto para emitir uma nota fiscal eletrônica?

O Que é CSOSN?

O significado de CSOSN vem da abreviação de Código de Situação da Operação do Simples Nacional.

O código CSOSN nada mais é do que uma numeração utilizada para identificar operações realizadas por empresas optantes pelo Simples Nacional na emissão de uma Nota Fiscal Eletrônica, de acordo com o § 5º da cláusula terceira do Ajuste SINIEF 07/05.

Esse código é importante, pois é ele quem organiza as informações no documento fiscal. Sem esses códigos, as operações teriam que ser identificadas por extenso, ou até mesmo não seria possível a sua identificação, o que representaria um grande problema para a fiscalização de movimentações em empreendimentos comerciais.

Com os números do CSOSN, é possível identificar tanto a origem da mercadoria, como também o regime de tributação do processo.

Cada código é inserido de acordo com o tipo de tributação da empresa ou o tipo de transação da mercadoria, assim como o regime tributário da mesma.

 

Para que serve a Tabela CSOSN 2019

Com a tabela CSOSN, você terá mais facilidade para saber qual o código a ser informado. Além disso, no documento também é possível identificar CST simples.

Ficar de olho na tabela CST Simples Nacional é importante para fins fiscais. Isso porque, qualquer erro na identificação do código pode gerar o pagamento incorreto de tributos.

Isso pode desencadear uma série de problemas fiscais para a empresa. Por conta disso, você precisa ter a tabela em mãos, principalmente na hora de emitir a nota fiscal eletrônica.

 

Tabela CSOSN 2019

Para facilitar o controle e organização de suas notas fiscais, separamos abaixo os códigos integrantes da tabela CSOSN Simples Nacional 2019. Confira abaixo!

Situações tributárias a serem utilizadas para a emissão da NF-e (modelo 55) para o ICMS pelo contribuinte optante Simples Nacional, inseridas através da Nota Técnica 006/2009 e Ajuste SINIEF Nº 03/2010, que altera o Ajuste SINIEF 07/2005, que institui a Nota Fiscal Eletrônica e o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica.

 

Tabela de equivalência CST e CSOSN

 

Como saber qual o código CSOSN correta para emitir uma Nota Fiscal Eletrônica?

Essa é uma das maiores dúvidas dos empreendedores. A grande maioria fica confusa ao ter que colocar o tipo de código CSOSN ou CST na nota fiscal eletrônica e acaba cometendo erros nesse processo.

Isso pode gerar uma série de problemas, tendo em vista que qualquer falha aqui pode afetar diretamente a tributação da sua empresa. Você também corre o risco de não pagar o imposto que deve, ou até mesmo pagar valores a mais.

Para não errar e saber qual o código correto, você deve colocar em prática algumas dicas básicas. São elas:

Verifique o seu regime tributário

Antes de mais nada, verifique qual o regime tributário da sua empresa. Se ela for Simples Nacional a tabela de códigos a ser seguida é a CSOSN. Agora, se ela for de regimes normais, ela deve seguir o CST.

Esse simples cuidado já evitará que você faça uma verdadeira bagunça na tributação da sua empresa. Até mesmo porque as duas tabelas possuem três dígitos e são equivalentes, o que pode realmente causar confusão na hora de confeccionar a nota fiscal eletrônica.

Analise a operação

A segunda dica é analisar com cuidado a operação que está sendo feita. Isso porque, em muitos casos as mercadorias podem receber isenção ou redução tributária, dependendo do tipo de produto e Estado.

Muita gente deixa para emitir todas as notas fiscais eletrônicas de uma única vez, o que gera erros de preenchimento. O ideal é preencher uma a uma para que cada dado possa ser verificado.

Procure ajuda especializada

Essa é uma dica importante para empreendedores, pois evitará uma série de problemas no futuro. O nosso sistema fiscal é muito complexo. O ICMS, por exemplo, é um tributo que varia de Estado para Estado e que pode ser cobrado tanto na entrada quanto saída de mercadorias.

Logo, é necessário alguém especializado no assunto para garantir que tudo seja feito de maneira correta. Quando você conta com um profissional de contabilidade, toda essa parte burocrática ficará com ele.

Assim, você terá mais tempo para lidar com outros assuntos igualmente importantes do seu negócio.

Otimize o seu dia a dia com um software especializado

Por fim, a nossa última dica para você não termais erros com o código CSOSN é contar com um software especializado. Isso porque, ele irá otimizar toda a rotina da sua empresa, além de trazer uma série de benefícios.

Com a ferramenta certa você conseguirá: diminuir a incidência de erros; acelerar os processos de geração e envio de notas; ter relatórios para análise de procedimentos no seu negócio; otimizará a elaboração de notas fiscais eletrônicas.

Muitos empreendedores acreditam que para ter um software especializado é preciso investir muito alto. Por conta disso apenas empresas grandes teriam a chance de ter um. Contudo, atualmente é possível encontrar alternativas para todos os tipos e tamanhos de empreendimento.

Tanto que cada vez mais micro e pequenos empreendedores tem investido nesse tipo de ferramenta visando justamente melhorar a saúde de ser negócios.

Essas são algumas dicas de como saber se o CSOSN e CST é o correto. Tudo é uma questão de levantar e analisar as informações com calma.

Qualquer processo que você tente fazer na correria dentro da sua empresa tem mais chances de dar erro e gerar retrabalho para todos.

Conclusão

Agora que você já sabe o que significa CSOSN e o que é cst será mais fácil lidar com toda essa questão tributária. Para quem está começando com uma empresa é importante ressaltar a importância do software especializado, e de um profissional encarregado dessa parte fiscal.

Ambos são indispensáveis para a saúde do seu negócio, pois, irão otimizar o dia a dia da sua empresa. Independentemente do porte ou segmento.

Por meio deles, além de diminuir a quantidade de erros em relação a identificação do CSOSN ou CST na Nota fiscal eletrônica, você terá mais facilidade para lidar com todos os dados gerados pelas operações do seu empreendimento. Isso sem contar que será possível centralizar uma série de processos em um único programa.

Dica especial para contadores

Atenção você contador ou estudante de contabilidade, conheça nosso treinamento que ensina na prática todos os procedimentos contábeis que um bom contador precisa saber, mas que não se ensina na faculdade.

Tudo que você precisa saber para abrir, alterar e encerrar empresas, além da parte fiscal de empresas do Simples Nacional, Lucro Presumido e MEIs, Contabilidade, Imposto de Renda. Quer saber mais? Então clique aqui e não perca esta oportunidade!

Conteúdo original Lexos

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.