Valor do abono salarial 2021 é anunciado

0

O trabalhador brasileiro que tem direito ao abono salarial do PIS/Pasep, terá uma novidade no próximo ano, pois, de acordo com o reajuste do benefício, o valor atual foi elevado. 

Este aumento aconteceu devido ao ajuste no salário mínimo, que a partir de janeiro de 2021, passará de R$ 1.045,00 para R$ 1.087,85, de acordo com a projeção do Governo Federal.

A inflação também é uma das principais responsáveis por este reajuste no piso salarial, bem como, os pagamentos efetuados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o benefício pago aos cidadãos que recebem até dois salários mínimos por mês, e aqueles que possuem registro na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) no ano-base correspondente ao calendário do PIS/Pasep.

Valor do PIS/Pasep em 2021

Diante da nova projeção, o aumento do abono salarial será de R$ 42,85, direcionado àqueles que integram o lote liberado a partir de janeiro do próximo ano.

Portanto, caso o cidadão tenha trabalhado durante 12 meses em 2019, por exemplo, ele receberá um salário mínimo completo.

Em contrapartida, se trabalhou por apenas um mês, ele receberá proporcionalmente 1/12 do piso, e assim gradativamente. 

Desta forma, a nova quantia média do PIS/Pasep será de R$ 90,65 (mínimo) e R$ 1.087,85 (máximo). 

Os trabalhadores que ainda irão receber o abono salarial neste ano, terão direito a receber a quantia mínima de R$ 88,00 e a máxima de R$ 1.045,00. 

Calendário PIS/Pasep 2020 e 2021:

Observe na sequência, o cronograma completo, o qual inclui as datas de depósito tanto dos funcionários de empresa privada, quanto dos servidores públicos. 

PIS 

Mês de nascimento Recebem a partir de  

Julho 16/07/2020 

Agosto 18/08/2020

Setembro 15/09/2020

Outubro 14/10/2020

Novembro 17/11/2020

Dezembro 15/12/2020

Janeiro 19/01/2021

Fevereiro 19/01/2021

Março 11/02/2021

Abril 11/02/2021

Maio 17/03/2021 

Junho 17/03/2021 

Pasep 

Final de Inscrição Recebem a partir de 

0 16/07/2020 

1 18/08/2020 

2 15/09/2020 

3 14/10/2020 

4 17/11/2020 

5 19/01/2021 

6 e 7 13/02/2021 

8 e 9 17/03/2021 

Portanto entende-se que, enquanto o cronograma de pagamento do PIS se baseia no mês de nascimento do beneficiário, o Pasep considera o número final da inscrição do servidor público. 

Ressaltando que, o Programa de Integração Social (PIS) é de responsabilidade da Caixa Econômica Federal (CEF), enquanto o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) é administrado pelo Banco do Brasil (BB). 

Requisitos para receber o PIS/Pasep em 2021

Apesar das alterações no valor a ser disponibilizado pelos programas sociais, as regras para o recebimento dos valores permanecem as mesmas no próximo ano. 

Sendo assim, terão direito ao benefício: 

  • o trabalhador que exerceu profissão com carteira assinada por pelo menos 30 dias (um mês) em 2019. Quem trabalhou em 2018 sob as mesmas condições, mas perdeu o prazo do último calendário, também pode sacar;
  • o trabalhador que recebeu durante igual período até dois salários mínimos mensalmente;
  • o trabalhador que possui inscrição no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; e
  • o trabalhador que está com os dados corretamente informados na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Em caso de dúvidas referentes ao pagamento do benefício, basta entrar em contato através de um dos canais de atendimento disponíveis da Caixa Econômica, o aplicativo Caixa Trabalhador, site ou telefone 0800 726 0227.

Pelo Banco do Brasil, basta ligar para o 4004 0001 ou 0800 729 0001. 

Por Laura Alvarenga