Exame Suficiência CFC: Análise do Edital e Dicas para Estudar!

O próximo Exame Suficiência do CFC será realizado no dia 16 de outubro de 2016 (sim, falta pouco), então, a partir de hoje, periodicamente, colocaremos dicas, questões, resumos e muito mais coisas necessárias para uma boa preparação para a sua prova!

Parece uma prova tranquila, mas, em média, dos 40.000 inscritos, para Bacharel em Contabilidade, apenas 50% obtêm aprovação. Ou seja, os outros 50% terão de tentar novamente!

ANÁLISE DO EDITAL
– O Exame Suficiência CFC é aplicado em todo o território nacional para os bacharéis em ciências contábeis e é um dos requisitos para obtenção de registro profissional em Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

– É composto por uma prova objetiva, contendo 50 questões.

– É executado pela Fundação Brasileira de Contabilidade, a chamada FBC.

– A taxa de inscrição custa R$ 110,00.

– O candidato no último ano do bacharelado ou o que tenha concluído o curso poderá se inscrever.

– Esse será o nosso 12o Exame. Portanto, já podemos começar a traçar um perfil para otimizar os estudos para a FBC.

 
DA PROVA OBJETIVA
A prova objetiva é composta por 50 questões das seguintes matérias:

PROVA PARA BACHAREL EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

a) Contabilidade Geral;

b) Contabilidade de Custos;

c) Contabilidade Aplicada ao Setor Público;

d) Contabilidade Gerencial;

e) Controladoria;

f) Noções de Direito e Legislação Aplicada;

g) Matemática Financeira e Estatística;

h) Teoria da Contabilidade;

i) Legislação e Ética Profissional;

j) Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade;

k) Auditoria Contábil;

l) Perícia Contábil;

m) Língua Portuguesa Aplicada.

DICAS DE ESTUDO
As questões são de MÚLTIPLA ESCOLHA, com alternativas de A, B, C e D.

PARA SER APROVADO O CANDIDATO DEVE ACERTAR NO MÍNIMO 25 QUESTÕES, OU SEJA, 50% DO QUE FOR APRESENTADO!

Praticamente 50% da última prova foram pontos de contabilidade geral. Portanto, você já sabe qual o ponto ao qual deve dar mais atenção: Contabilidade Geral!

Além disso, é extremamente necessário conhecer os Pronunciamentos Contábeis! Tudo e todos (os 47)? Não! Com a nossa experiência em provas, descobrimos que não são todos os CPCs que são cobrados. Embora nada impeça que sejam cobrados nesta prova (já que há previsão)!

Exemplificando, de um CPC com 100 itens, podemos dizer que em média serão explorados uns 10 a 15. As bancas em geral cobram os mesmos pontos de cada Pronunciamento. Portanto, não é recomendado a leitura da norma seca. A não ser que você tenha muito tempo sobrando.

Ademais, é necessário conhecer bem (decorar mesmo) o Código de Ética Profissional do Contador, pois são somente 15 artigos e responsável por uma boa quantidade de questões da prova.

Portanto, reitero, a maior importância para o Exame de Suficiência, está nas matérias: Contabilidade Geral, Pronunciamentos Contábeis, Código de Ética.

Se tiver tempo, vale ainda estudar Contabilidade de Custos, Auditoria e Análise, pois são matérias curtas e que vão gerar uns bons pontos!

Somando Contabilidade Geral, Custos, Auditoria, Análise, CPCs, Código de Ética, temos aí um total de 38 questões em média, ou seja, 76% em média do total da prova!

Vejam como isso foi cobrado no 1o Exame de 2016:

exame

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gabriel Rabelo. https://www.estrategiaconcursos.com.br/blog/exame-suficiencia-cfc/