Com o mês de março chegando ao fim, aproxima-se o período em que as empresas começam a preparar suas informações trimestrais do período que se encerra em 31 de março de 2019, uma vez que tem até 45 dias para fazerem o arquivamento na CVM. Diante disto, o Ibracon – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil alerta que a pandemia do coronavírus impactará a elaboração dessas informações, requerendo ainda mais atenção e cuidado redobrado de preparadores e auditores independentes, assim como, das análises de credores e investidores.

“A pandemia da Covid-19 no mundo é algo sem precedente e que está impactando fortemente a vida das pessoas, em diversos sentidos”, pontua Francisco Sant’Anna, presidente do Ibracon. “Com as empresas e o mercado financeiro não será diferente. Antes, estávamos lidando com previsões e possibilidades. Agora, temos um cenário confirmado, que exigirá atenção na hora de elaborar os relatórios financeiros”, afirma Sant’Anna.

De acordo com o Ibracon, há dois cenários no momento: o primeiro refere-se às demonstrações com encerramento em 31 de dezembro de 2019, em que será necessário que haja notas explicativas sobre eventos subsequentes com divulgação sobre os possíveis impactos da Covid-19; no segundo cenário, estão as informações trimestrais que se encerrarão em 31 de março de 2020, auge da pandemia, em que as empresas provavelmente terão impactos resultantes da Covid 19 e que deverão ser mensurados e registrados.

receita federal

Atividades e controles internos provavelmente já foram afetados, uma vez que houve uma mudança na dinâmica de atuação das empresas impactando, portanto, o processo de elaboração das informações financeiras.

Além disso, existem informações financeiras que, ao que tudo indica, apresentarão impacto relevante como é o caso do ágio, investimentos, intangível, imobilizado, recebíveis que poderão sofrer “impairment”, entre outros.

“O cenário é muito complexo e delicado, pois novos desdobramentos acontecem todos os dias. Por isso, o Ibracon, por meio da sua área Técnica e de seus Grupos de Trabalho, está empenhado no fornecimento de orientações tempestivas para auxiliar os trabalhos dos auditores independentes”, destaca Sant’Anna.

DICA EXTRA  DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Fundado em 1971, o Ibracon – Instituto dos Auditores Independentes do Brasil é uma entidade representativa dos auditores independentes, que, por meio de ações nos mais diversos âmbitos, promove a atividade e demonstra sua contribuição para o desenvolvimento econômico e sustentável do Brasil.