Abono salarial do PIS/Pasep é adiado para 2022

0

O abono salarial do PIS/Pasep 2021 referente ao ano calendário de 2020 que estava previsto para começar no mês de julho terá seus pagamentos adiados. A medida prevista para julho agora será pago somente em 2022, a decisão ocorreu de forma unânime durante a reunião do Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) em comum acordo entre os trabalhadores, empresas e o governo.

Apesar de ter sido adiado, o governo ainda não definiu as novas datas para pagamento do PIS calendário 2021 que será adiado para o próximo ano. No entanto, conforme a resolução aprovada pelo Codefat, serão realizados os melhores esforços para que todos os trabalhadores possam ter o recebimento do abono salarial no primeiro semestre de 2020.

Apesar de ainda não ter um novo calendário definido, a expectativa é de que o pagamento do abono salarial possa ocorrer a partir de fevereiro de 2022.

pis

Contemplados com o PIS/Pasep

O abono salarial do PIS/Pasep que será pago em 2022 será destinado aos trabalhadores que atuaram de carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2020. Os trabalhadores precisarão esperar ao menos mais seis meses para conseguir acesso ao abono, tendo em vista que o mesmo se iniciaria em julho, mas que agora conta com a previsão para início apenas em fevereiro de 2022.

Vale lembrar que o abono salarial possui suas regras distintas. De maneira geral, o abono salarial será pago para quem trabalhou com carteira assinada (PIS) ou como funcionário público (Pasep) em 2020. Para ter direito, será necessário preencher todos os requisitos abaixo:

  • Ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2020;
  • Ter recebido, no máximo, dois salários mínimos por mês, em média;
  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • É preciso que a empresa onde trabalhava tenha informado os dados corretamente ao governo.

Quanto vou receber?

Com relação ao abono salarial do PIS/Pasep, é necessário se atentar a diferenciação entre os anos bases, pois, para cada ano o abono é calculado da seguinte forma: precisa ser contabilizado o tempo de trabalho ao longo do ano e dividido pelo piso salarial do ano base.

Logo, conforme o atual salário mínimo de R$ 1.100 cada mês conta da seguinte forma:

ProporçãoValor
1 mês trabalhadoR$ 92,00
2 meses trabalhadosR$ 184,00
3 meses trabalhadosR$ 275,00
4 meses trabalhadosR$ 367,00
5 meses trabalhadosR$ 459,00
6 meses trabalhadosR$ 550,00
7 meses trabalhadosR$ 642,00
8 meses trabalhadosR$ 734,00
9 meses trabalhadosR$ 825,00
10 meses trabalhadosR$ 917,00
11 meses trabalhadosR$ 1.009,00
12 meses trabalhadosR$ 1.100,00