Preparamos este artigo para você que pretende abrir uma empresa e não sabe por onde começar, montamos algumas sugestões e dicas do que você precisa saber.

Na maioria das vezes esse sonho de empreender é desmotivado, por ser muito burocrático e por ter muitas regras e documentos.

Mas o que muitos não sabem é que existem regras mais fáceis de abrir uma empresa.

Qual o tipo de negócio que você deseja abrir?

São vários negócios interessantes para começar neste ano, mas existem alguns ramos que sempre crescem mais rápido, como a área da alimentação, de acordo com o Sebrae esse é o maior ramo do Brasil!

Dentro desse nicho, vamos mostrar algumas ideias para você começar analisar:

  • Restaurante de Alimentos Saudáveis;
  • Cervejarias Artesanais e Especiais;
  • Cafés Especiais e Temáticos;
  • Comida Artesanal e Caseira;
  • Boutiques de Carnes;
  • Restaurantes Delivery.

É importante que você tenha em mente com qual tipo de produto você vai trabalhar e logo tente conhecer melhor sobre esse ramo, e, se possível, converse com outros empreendedores da área da alimentação.

Dicas para você abrir uma empresa

Antes de você dar o primeiro passo, é necessário muito planejamento para que a sua empresa permaneça aberta por muito tempo! Por isso fique atento a essas dicas:

A. Escolha um bom contador: Você vai precisar do conhecimento extensivo de um bom profissional, mas você também precisa de um conhecimento básico para não ser enganado:

B. Coloque uma cláusula de saída no contrato para os sócios (e isso inclui você mesmo): Ninguém consegue prever o futuro, esteja preparado para a saída de todos do empreendimento;

C. Faça um plano de negócios: Teste, na teoria, todos os seus passos, assim você evita problemas reais.

Quais são as documentações necessárias para abrir uma empresa?

A princípio abrir uma empresa pode parecer burocrático e o número de documentos que você vai precisar pode assustar, porém, não desanime, os resultados podem ser muito gratificantes.

Abertura de empresa

A. Contrato social: O que é contrato social? O contrato social é um documento que detalha a participação de capital, por exemplo, além de permitir integração no Simples Nacional, um benefício de redução de impostos para Microempresas e Micro Empresas Individuais ( MEs e MEIs).

B. Registro na junta Comercial: Esse processo depende da cidade e, principalmente, do estado onde você está, incluindo os gastos para isso.

C. Alvará de funcionamento: Fique atento a este, ele não é tão difícil de conseguir se comparado à dor de cabeça que você pode ter se abrir as portas sem ele.

D. Inscrição nos Órgãos de Regulação Estaduais e Municipais: Esse também depende do local onde você está, pesquise nas repartições públicas da sua cidade, informe-se antes de tomar qualquer atitude.

Quando custa para abrir uma empresa?

É importante que você fique atento a estes fatores na hora de abrir uma empresa:

  • Aluguel: pesquise e negocie para garantir o melhor negócio;
  • Reforma do Prédio: pense em todos os aspectos, desde fachada até a cozinha;
  • Honorários do Contador: é importante contar com um ótimo profissional;
  • Taxa do Alvará de Funcionamento: Considere todos os gastos com taxas para criar uma empresa;
  • Capital inicial: É preciso fazer esse investimento para evitar que as portas fechem logo no começo:
  • Custo dos Funcionários: Lembre-se que, dado os encargos trabalhistas, os funcionários não custam apenas os seus salários;
  • Capital de Giro: Assim como o capital inicial, você precisa de capital de giro para garantir todas as necessidades do seu negócio.

Portanto, pesquise sobre, converse com outros empreendedores, faça perguntas e o primordial, sempre separe as finanças pessoais das finanças da pessoa jurídica.

Junte os valores necessários com calma antes de abrir as portas, tenha disciplina e planejamento, com essas duas palavras a sua empresa pode resultar em sucesso.

Conclusão

Agora é hora de botar a mão na massa, é hora de criar estratégias de marketing para ganhar visibilidade e construir uma cartela de cliente.

A nossa dica é que você comece tendo disciplina e planejamento, duas palavras para a entrada do sucesso.

DICA EXTRA DO JORNAL CONTÁBIL : MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio. Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!