Desde o dia 27 de março, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) autorizou a realização de sessões virtuais de conciliação durante o período de suspensão das audiências presenciais, por conta da pandemia da covid-19.

E para saber a opinião dos advogados sobre a sua experiência, a Comissão de Juizados Especiais da OAB PR lançou uma pesquisa aos advogados de todo o Estado.

O resultado apurado foi satisfatório e revelou que 70% dos advogados que responderam ao questionário têm interesse na sua realização por meio virtual.

O formulário eletrônico foi disponibilizado aos advogados no portal da OAB PR e enviado por e-mail, sendo as respostas computadas entre os dias 17 de abril e 26 de maio.

A pesquisa obteve retorno de advogados com registro desde junho de 1972 e o relatório revelou que 888 têm no máximo cinco anos de atuação na profissão – este número representou 40,1% do total das respostas.

Outro questionamento feito aos advogados foi se eles já haviam participado e também solicitado alguma audiência de conciliação virtual: 65% responderam que não participaram deste formato de audiência, da mesma forma que 80% também não solicitaram a realização destas.

“Diante deste resultado, estamos preparando uma segunda rodada da pesquisa que será complementar à primeira.

Tivemos uma adesão significativa de 2.219 incidentes, por este motivo, queremos aprimorar e extrair o máximo de informações que retratem a experiência dos advogados e possibilitem a adoção de medidas para a correta orientação da advocacia paranaense diante desse novo cenário de audiências de conciliação e sessões de julgamento, ambas em ambiente virtual”, explica a advogada Caroline Cavet, presidente da comissão.

A nova pesquisa está sendo debatida entre os membros e deve ser lançada nos próximos dias.