Auxílio Emergencial, datas de pagamento da 6ª e 7ª parcela e a nova prorrogação

O auxílio emergencial conta com mais duas parcelas oficiais e ainda um novo debate acerca de uma nova prorrogação

A Caixa Econômica Federal começa a pagar em exatos 10 dias a 6ª parcela do Auxílio Emergencial. Ainda restam oficialmente duas parcelas para pagamento, onde a 6ª parcela começa a ser paga no dia 17 de setembro para inscritos do Bolsa Família e no dia 21 de setembro para o público geral.

Já a sétima e última se inicia no dia 18 de outubro para inscritos do Bolsa Família e no dia 20 de outubro para o público geral. Vale lembrar que o público geral possui dois calendários distintos. O primeiro referente ao depósito em conta poupança social digital e o segundo para saque em dinheiro e transferência bancária.

Calendário de pagamentos

Calendário de depósito em conta poupança social digital

Mês de nascimentoSexta parcelaSétima parcela
Janeiro21 de setembro20 de outubro
Fevereiro22 de setembro21 de outubro
Março23 de setembro22 de outubro
Abril24 de setembro23 de outubro
Maio25 de setembro23 de outubro
Junho26 de setembro26 de outubro
Julho28 de setembro27 de outubro
Agosto29 de setembro28 de outubro
Setembro30 de setembro29 de outubro
Outubro1 de outubro30 de outubro
Novembro2 de outubro30 de outubro
Dezembro3 de outubro31 de outubro

Calendário de saque em dinheiro e transferência

Mês de nascimentoSexta parcelaSétima parcela
Janeiro4 de outubro1 de novembro
Fevereiro5 de outubro3 de novembro
Março5 de outubro4 de novembro
Abril6 de outubro5 de novembro
Maio8 de outubro9 de novembro
Junho11 de outubro10 de novembro
Julho13 de outubro11 de novembro
Agosto14 de outubro12 de novembro
Setembro15 de outubro16 de novembro
Outubro18 de outubro17 de novembro
Novembro19 de outubro18 de novembro
Dezembro19 de outubro19 de novembro

Calendário do Bolsa Família

NIS finalSexta parcelaSétima parcela
NIS 117 de setembro18 de outubro
NIS 220 de setembro19 de outubro
NIS 321 de setembro20 de outubro
NIS 422 de setembro21 de outubro
NIS 523 de setembro22 de outubro
NIS 624 de setembro25 de outubro
NIS 727 de setembro26 de outubro
NIS 828 de setembro27 de outubro
NIS 929 de setembro28 de outubro
NIS 030 de setembro29 de outubro

Possível nova prorrogação

Membros da equipe de Bolsonaro, pedem ao presente que o mesmo estude uma nova prorrogação do auxílio emergencial ainda em 2021, ao que tudo indica a prorrogação seria referente aos meses de novembro e dezembro, tendo em vista que temos um calendário oficial de pagamentos até outubro.

O tema tem gerado certo conflito com o Ministério da Economia que é contra a liberação de uma nova rodada de pagamentos do programa social, para a equipe da Economia, o governo precisa voltar atenção na aprovação e liberação do Auxílio Brasil, novo programa de distribuição de renda que entrará no lugar do atual Bolsa Família.

Além disso, a equipe econômica que falou sobre o tema, alegou que não existem fundamentos jurídicos para ser possível editar uma nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial.

O auxílio emergencial 2021 representou um custo total de R$ 56,2 bilhões aos cofres públicos, isso porque o governo teve um gasto total de R$ 36 bilhões com às quatro primeiras parcelas pagas entre abril e julho, e de mais R$ 20,2 bilhões com a edição da Medida Provisória (MP) 1.056/2021, onde foi aberto um crédito extraordinário para viabilizar mais três parcelas de extensão do programa.

Comentários estão fechados.