Auxílio Emergencial, liberação da consulta de aprovados pela Dataprev

0

A nova rodada de pagamentos do auxílio emergencial 2021 vai começar nos próximos dias. A nova rodada não permitirá novos inscritos e ainda será realizado um pente-fino nos beneficiários do ano passado que chegaram a 68 milhões de pessoas que receberam as parcelas de R$ 600 e será reduzido a um número de 45,6 milhões este ano.

Diante do cenário em que haverá uma redução significativa no número de beneficiários, muitos querem saber se vão ou não ter direito ao benefício e ainda se é possível consultar se estão aptos ou não para receber o auxílio emergencial 2021.

A analise de dados que garantirá quem terá acesso ou não as novas parcelas do benefício é realizado pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência, mais conhecida como Dataprev.

Acontece que a Dataprev ainda não terminou a análise dos beneficiários que terão acesso a nova rodada de pagamentos, com isso, ainda não é possível consultar se você vai ou não receber, no entanto, a partir do dia 1º de abril, a Dataprev liberará as informações de consulta para verificar quem vai ou não receber no através do Portal de Consultas.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Aplicativo auxílio emergencial do Governo Federal. / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O processo de consulta é bem simples, veja:

  1. Acesse o Portal de Consultas da Dataprev.
  2. Informe seu nome completo
  3. CPF
  4. Nome da mãe (caso não tenha basta marcar a opção Mãe desconhecida)
  5. Data de nascimento

Quem pode receber o auxílio em 2021
Trabalhadores informais com renda de até meio salário mínimo (R$ 550) por pessoa e renda familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.300). Também é necessário cumprir critério de rendimento tributável máximo de R$ 28.559,70 em 2019 e de patrimônio máximo de R$ 300 mil

Quem não pode receber

  • Pessoas que recebem benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista, exceto Bolsa Família e abono salarial
  • Residentes médicos ou de outras áreas, beneficiários de bolsas de estudo e estagiários
  • Menores de 18 anos, exceto mães adolescentes
  • Presos em regime fechado
  • Pessoas residentes no exterior
  • Beneficiários do auxílio que não movimentaram valores da assistência em 2020 em sua conta digital Caixa ou que tiveram a assistência do ano passado cancelada

Limite por família
Programa permitirá que apenas uma pessoa por família receba o benefício. Em 2020, governo autorizou o pagamento para até duas pessoas por lar