Segundo o DataPrev, aproximadamente 13,6 milhões de brasileiros que solicitaram auxílio emergencial de R$ 600 por meio de aplicativo ou site da Caixa, precisaram se recadastrar para conseguir receber o dinheiro.

Mais de 13 milhões de pessoas com informações incorretas

Segundo o Dataprev, até o dia 24 de abril, dos 89,3 milhões de CPFs que já foram analisados e enviados à Caixa Econômica Federal, 48,5 milhões atenderam aos critérios da lei e foram considerados elegíveis para receber o benefício, ou seja, 54,3% do total.

Outros 27,2 milhões estão inelegíveis e não poderão receber o auxílio (30,5%), e 13,6 milhões (15,2%) estão classificados como inconclusivos, ou seja, precisam de complementação nos cadastros.

Segundo Peix Guimarães, presidente da Caixa, mais de 10 milhões de pessoas se registraram novamente, das quais 1,5 milhão se registraram na sexta-feira 1 de maio.

auxilio emergencial

Como corrigir os dados inconclusivos?

Se sua solicitação produziu a informação de que há “dados inconclusivos”, isso significa que os dados fornecidos não são suficientes para determinar se você tem direito de receber o Auxílio Emergencial. Nesse caso, é necessário refazer a solicitação. Porém, desta vez, preste muita atenção às informações que você preenche no aplicativo ou site para evitar conflitos com informações importantes.

E a Caixa ainda informa que quem não preencher as informações corretamente não terá possibilidades de liberação do benefício. Por isso a palavra aqui é uma ATENÇÃO!