Com a confirmação da prorrogação do Auxílio Emergencial em mais duas parcelas, muitos brasileiros se perguntam agora quando poderão sacar estas parcelas extras, tendo em vista que o calendário da terceira parcela acabou sendo atrasado em um mês comparado ao cronograma inicial de pagamentos.

Assim como os pagamentos anteriores, as parcelas de prorrogação vão dar preferência para o pagamento em conta poupança social digital da Caixa, para somente depois, liberar um calendário para saques e transfêrencia.

Outra novidade do governo é que no pagamento da quarta e quinta parcela, o pagamento pode ser feito duas vezes no mesmo mês. Confira como pode funcionar:

  • R$ 500 no dia 1º de agosto;
  • R$ 100 no dia 31 de agosto;
  • R$ 300 no dia 1º de setembro;
  • R$ 300 no dia 30 de setembro.

Calendário da 4ª parcela já saiu?

Sim e não, acontece que o calendário da quarta parcela já foi definido para o grupo de inscritos no Bolsa Família. Para os brasileiros inscritos no CadÚnico ou inscritos pelo aplicativo ou site o mesmo ainda será liberado nos próximos dias.

Entretanto diferente das outras parcelas que foram anunciadas uma de cada vez. Agora o governo divulgará o calendário da 4ª e 5ª parcela juntos.

Calendário para inscritos no Bolsa Família

Ao que tudo indica a prorrogação para os brasileiros inscritos no app e site, deve pagar à quarta parcela somente em agosto. Já para os brasileiros beneficiários do Bolsa Família, o pagamento será feito ainda neste mês de Julho, conforme calendário à seguir, vale lembrar que assim como nas demais a ordem de pagamento segue o número final do NIS.

Data do pagamentoBeneficiário do Bolsa Família
20 de julhoNIS final 1
21 de julhoNIS final 2
22 de julhoNIS final 3
23 de julhoNIS final 4
24 de julhoNIS final 5
27 de julhoNIS final 6
28 de julhoNIS final 7
29 de julhoNIS final 8
30 de julhoNIS final 9
31 de julhoNIS final 0

Renda Brasil vem aí

Assim que concluído os pagamentos do Auxílio Emergencial, o governo tem a esperança que o novo Renda Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família e utilizará os dados do Auxílio Emergencial já esteja disponível em Outubro. Assim logo que os pagamentos do benefício emergencial acaberem, os brasileiros poderão contar com uma nova renda de R$ 300.

A vantagem também do Renda Brasil para o Bolsa Família é de que com o Renda Brasil o brasileiro beneficiário poderá ter outra fonte de renda, diferente do Bolsa Família que o cidadão para receber, não pode praticar nenhuma atividade remunerada.