BPO Financeiro: Saiba como usar a terceirização a seu favor

0

Terceirização é uma palavra que está na moda, agora imagine poder terceirizar uma das partes mais chatas de uma empresa, para a maioria dos empresários. Isso é possível por meio do BPO Financeiro.

Ainda pouco usual no país, esse processo de terceirização envolve toda a operação que permeia a área financeira como contas a pagar, contas a receber, faturamento, cobrança no nível amigável, gestão do fluxo de caixa.

Além de toda a organização de informações e documentos para envio à contabilidade, bem como as validações e elaboração de relatórios gerenciais e de controle.

“O BPO proporciona alternativas para as empresas que não possuem demanda para contratar um profissional especializado e empresas que possuem essa demanda, porém querem reduzir custos.

No mercado, o custo de um profissional especializado é tão elevado que força o empresário a contratar mão de obra inexperiente onde, poderá haver consequências com uma má gestão no processo administrativo e financeiro no médio longo prazo”, explica Itamara Ferreira, diretora Executiva da ANIT Serviços Financeiros.

Assim, BPO Financeiro além de possibilitar a organização e estruturação do processo financeiro da empresa, melhora a relação custo x benefício, de forma a permitir que os sócios e gestores possam focar na estratégia e desenvolvimento do negócio deixando assim o operacional das atividades relacionadas ao financeiro, administrativo e contábil serem executadas por profissionais capacitados que, não só ajudarão no crescimento da empresa mais também reduzindo demais transtornos trabalhistas.

Isso elimina um grande risco para as empresas segundo Itamara Ferreira: “o que temos observado é, para suprir a demanda, as empresas contratam profissionais com baixa qualificação ou, em muitos casos, os gestores/sócios das empresas executam esses trabalhos.

Em ambos, as empresas esbarram com dificuldades na gestão, controle e até mesmo correm risco de problemas com o Fluxo de Caixa pela falta de expertise e tempo para conduzir as finanças. Uma gestão equivocada do negócio pode ocasionar inclusive a falência”.

Isso ocorre por que, em grande parte das vezes, principalmente nos casos de micro e pequenos empresários e empreendedores.

Esses profissionais começam o negócio porque tem uma ideia que geralmente é muito boa e são especialistas no processo, mas não tem experiência na gestão na forma mais profissionalizada da coisa e aí vão para o método da tentativa e erro.

Designed by @pressfoto / freepik
Designed by @pressfoto / freepik

Quando tem a sorte de acertar, muito que bem. Quando não, o risco de fechar as portas é muito grande.

Sem contar que o tempo que precisam gastar com os processos operacionais acaba ficando caro pois a hora de um empresário ou empreendedor é muito alta para gastar fazendo processos operacionais.

Por outro lado, ao não dar a devida atenção a esses detalhes pode comprometer totalmente a operação da empresa colocando em xeque a sobrevivência do seu negócio.

Veja os benefícios desse processo:

• – Relação custo x benefício mais justa;

• – Organização e controle dos processos financeiros de forma profissional;

• – Terceirização do risco técnico e trabalhista;

• – Não ter que se preocupar com reposição de profissional por afastamento, férias ou demissão;

• – Não ter que se preocupar com recrutamento, seleção e treinamento.

• – Mais tempo para trabalhar na estratégia e na perpetuação do negócio em si.

Mas, também existem problemas nesse processo, que são:

• – Poucas empresas hoje no mercado realizando um trabalho sério e abrangente;

• – Dificuldade de mudança de cultura pois o trabalho normalmente é feito no escritório da empresa prestadora de serviços;

• – Como sempre foi feito interno, algumas empresas relutam em terceirizar por medo de abrir as informações financeiras para um terceiro além da contabilidade.