Como devo fazer minha contabilidade com a Invoice?

0

Se você possui clientes no exterior, é preciso estar atento às regras para garantir que os serviços prestados estejam em conformidade com a lei. Isso também garante a organização e maior controle das informações da sua empresa.

Para auxiliar nesse trabalho, foi estabelecido  a Invoice que se trata de uma fatura de pagamentos. 

Esse documento é conhecido por faturas internacionais ou faturas comerciais, e utilizado para representar uma operação comercial, além de comprovar que os tributos foram recolhidos corretamente, em ambos os países envolvidos.

Por isso, no artigo de hoje, vamos te explicar como fazer a sua  contabilidade utilizando a  Invoice.

Contabilidade

A Invoice precisa ser emitida acompanhando a nota fiscal, quando houver atividade de exportação ou a prestação de serviço para clientes no exterior. Veja as principais informações que devem constar neste documento: 

  • Dados do exportador e do importador;
  • Tipo de transporte;
  • Descrição da mercadoria;
  • Valor;
  • Termos ou condições de venda;
  • Assinatura do exportador;
  • Data de emissão.

Vale ressaltar que a Invoice precisa estar no idioma do país que prestar o serviço e também daquele que irá receber a mercadoria. 

Tipos de Invoice

Existem vários modelos de invoice, assim, cada empresa pode formatar seu próprio documento, registrando as informações necessárias que precisam ser informadas. Veja os tipos de invoice:

Commercial invoice: se trata de um documento aduaneiro que contém informações detalhadas da operação comercial;

Invoice exportação: se refere a um tipo de commercial invoice, sendo utilizada para documentar processos de exportação para fora do Brasil.

Sabendo que ao fazer a emissão da nota fiscal para o exterior, a empresa não precisa recolher PIS e Cofins, porém, não se esqueça que existem outros impostos e alíquotas que variam conforme a atividade econômica, dentre eles está a Taxa de Câmbio. 

Por isso, os profissionais contábeis precisam estar atentos para as regras da Invoice, principalmente no que se refere ao Fechamento de Câmbio.

Desta forma, a verificação da variação cambial deve ser feita até o dia do recebimento pelo serviço e o cálculo de faturamento precisa ser contado a partir da data que foi firmada a prestação. 

Preenchimento 

Para prestar serviços no exterior, é preciso que a empresa tenha o registro no Siscoserv (Sistema Integrado de Comércio Exterior de Serviços, Intangíveis e Outras Operações que Produzam Variações no Patrimônio).

Ele é responsável por fazer o controle  das importações e exportações de serviços para o exterior. Assim, após a confirmação de compra, o exportador deve fazer preencher o documento por meio do sistema e fazer a emissão em papel timbrado da empresa.

Lembre-se que a descrição deve ser feita em português, inglês e espanhol. Fala três cópias originais, que precisam estar assinadas e devidamente carimbadas. 

Nota fiscal

A emissão da invoice não substitui a nota fiscal, que precisa ser emitida em âmbito nacional para garantir a legalidade dos processos comerciais, visto que demonstra a aplicação dos tributos e o seu recolhimento correto, além de ser um requisito obrigatório para as empresas brasileiras.

Através desse documento, o empresário registra suas vendas. Então, sempre que recebe um pagamento é necessário fazer a emissão da nota fiscal para o seu cliente.

Desta forma, o documento é utilizado para fazer a contabilidade da empresa e cálculo dos impostos, além de saber qual é o faturamento e o estoque dos produtos.

Também é importante ressaltar que, deixar de emitir a nota fiscal pode trazer prejuízos à empresa e problemas relacionados ao crime de sonegação fiscal. Existem três tipos de notas fiscais:

  • NFS-e (Nota Fiscal de Serviço Eletrônica): usada por empresas prestadoras de serviço;
  • NFC-e (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica), utilizada pelo varejo porque substitui o cupom fiscal eletrônico;
  • NF-e (Nota Fiscal de Produto Eletrônica): utilizada por empresas que vendem produtos físicos.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.
Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Por Samara Arruda