Como planejar a sua aposentadoria em 2022?

Requisitos e documentação necessária para cada tipo de aposentadoria

Se aproxima a data para solicitar a aposentadoria e o trabalhador tem muitas dúvidas a respeito do assunto. A Reforma da Previdência em 2019 trouxe alterações e com isso mais interrogações na cabeça do segurado, afinal são muitas modalidades diferentes de benefício e muitas regras de transição.

Por isso, saber sobre o assunto e planejar com um pouco de calma são fundamentais para escolher a melhor opção para cada caso. Tomar decisões de forma precipitada pode acabar levando o segurado a solicitar por contra própria  o benefício e, não se atentar aos requisitos exigidos pela legislação. Por isso, o número de aposentadorias negadas pelo INSS é enorme e aumenta a cada dia.

Antes de requerer  o benefício de aposentadoria, é necessário verificar se a documentação a ser apresentada ao INSS está de acordo com os requisitos exigidos. Assim, se o segurado não atingir os requisitos legais de concessão, o INSS poderá indeferir o pedido. 

Por isso, acompanhe a leitura a seguir, onde daremos explicações e a documentação necessária para dar entrada no benefício.

Como evitar erros na hora de solicitar o benefício?

Antes do requerimento, o trabalhador deverá verificar:

  • Se possui a idade, carência e o período contributivo exigido para ter a aposentadoria concedida. Lembre-se, é muito importante se atentar aos documentos necessários para a comprovação dos períodos contributivos. Isto porque, na maioria das vezes, o INSS não reconhece alguns períodos contributivos e acaba negando o benefício de aposentadoria, justamente por não ter sido apresentado a documentação exigida;
  • Verificar no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) se todas as informações estão corretas, sejam contribuições realizadas, sejam vínculos de trabalho;
  • Verificar se todos os documentos estão legíveis para que o INSS realize a análise devida, principalmente os dados na carteira de trabalho;
  • E para o reconhecimento de atividades, como período especial, rural, contribuição como contribuinte facultativo ou obrigatório, é necessário à apresentação da documentação que comprove a atividade realizada.

Pendências do CNIS

As pendências no CNIS podem impedir a concessão da sua aposentadoria, por isso é muito importante estar atento.

Em alguns casos, o INSS tem um problema no processamento de dados ou a própria empresa que a pessoa trabalhou não fez o devido recolhimento previdenciário. Além disso, também pode existir o problema do pagamento de contribuições da maneira errada (como a utilização de códigos da GPS inadequados para a situação previdenciária do segurado). Tudo isso pode fazer com que o segurado fique irregular em algumas das suas contribuições. 

A natureza destas pendências são trabalhistas, fazendo com que você tenha que fazer a devida comprovação através de documentos adicionais. Até que sejam resolvidas estas pendências, o período não será considerado para o seu tempo total de contribuição. Portanto, às vezes somente pelo fato do segurado não analisar bem o CNIS, pode ter a aposentadoria indeferida.

Quais documentos necessários para aposentar?

Para planejar a aposentadoria, é preciso juntar toda a documentação e verificar se ela está em ordem. Ter os comprovativos do direito à futura aposentadoria é extremamente essencial para reduzir as chances do benefício ser deferido.

Os documentos básicos que você deve ter em mãos na hora de se planejar são:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Carteira de Trabalho (CTPS);
  • Guias da Previdência Social (GPS) com seus respectivos recibos;
  • CNIS.

Estes documentos são suficientes para as chamadas aposentadorias comuns:

  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Aposentadoria por pontos;
  • Aposentadoria programada;
  • Aposentadoria pelas regras de transição da Reforma da Previdência.

No entanto, para as aposentadorias por invalidez ou da pessoa com deficiência serão necessários documentos adicionais. Nestes casos, é extremamente essencial que o requerente do benefício tenha em mãos:

  • documentos médicos;
  • laudos médicos;
  • receitas médicas;
  • exames médicos;
  • concessão de auxílio-doença, para o caso de aposentadoria por invalidez.

A aposentadoria por invalidez é destinada aos segurados incapacitados de forma total e permanente para o trabalho, inclusive sem possibilidade de reabilitação profissional em outras funções.

Já a aposentadoria da pessoa com deficiência é destinada aos segurados com capacidade laboral, mas que possuem impedimentos a longo prazo o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas.

Em ambos os benefícios, o segurado será submetido a uma perícia médica para atestar a invalidez ou o impedimento a longo prazo do segurado.

Aposentadoria rural

As provas da atividade rural podem variar desde bloco de produtor, certidões de nascimento e casamento, matrículas em escolas, matrículas de irmãos e outros. A documentação que pode contribuir para a comprovação da atividade rural é:

  • Contrato individual de trabalho ou CTPS;
  • Contrato de arrendamento, parceria ou comodato rural;
  • Declaração do Sindicato dos Trabalhadores Rurais;
  • Registro de imóvel rural;
  • Comprovante de cadastro do INCRA;
  • Bloco de notas do produtor rural;
  • Notas fiscais de entrada de mercadorias;
  • Documentos fiscais relativos a entrega de produção rural à cooperativa agrícola com indicação do segurado como vendedor ou consignante;
  • Atestado de profissão do prontuário de identidade, com identificação da sua profissão ou de seus pais como lavrador ou agricultor;
  • Certidão de nascimento dos seus irmãos, que nasceram no meio rural, com identificação da profissão de seus pais como lavrador ou agricultor;
  • Certidão de casamento com identificação da sua profissão como lavrador, se você casou ainda no meio rural;
  • Histórico escolar do período em que estudou na área rural, com indicação da profissão de seus pais como lavrador ou agricultor;
  • Certificado de reservista, com identificação da sua profissão ou de seus pais como lavrador ou agricultor.

Para confirmar a documentação apresentada é exigido pela Previdência Social a autodeclaração do exercício de atividade rural.

Também é possível que sejam ouvidas testemunhas para comprovar tempo rural. No mínimo, 03 (três) e no máximo, 06 (seis) testemunhas, só serão ouvidas pelo servidor do INSS se houver início de prova material.

Aposentadoria especial

A aposentadoria especial é devida aos segurados que trabalharam expostos à agente insalubre ou perigoso à saúde.

Neste caso, além dos documentos básicos citados anteriormente, é fundamental a comprovação do tempo especial por meio de documentação, e os dois principais documentos exigidos pelo INSS são:

  • Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP): preenchido pela empresa;
  • Laudo Técnico de Condições Ambientais de Trabalho (LTCAT):  expedido por médico do trabalho ou engenheiro de segurança do trabalho.

Esses dois documentos trazem informações referentes às condições técnicas do local de trabalho e aos agentes a que o trabalhador está sendo exposto durante sua jornada laboral.

Conclusão

Após esses esclarecimentos, voltamos a frisar que o planejamento é o melhor caminho para solicitar a aposentadoria. Também sugerimos a ajuda de um advogado especialista em Previdência Social. Ele será capaz de estudar cada caso e orientar o melhor caminho.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.