Como ser um bom profissional em tempos de crise?

Em uma época em que o desemprego corre à solta, permanecer fixo em uma empresa pode ser um desafio.

0

Em decorrência da pandemia do coronavírus, muitas fábricas tiveram de encerrar os seus serviços.

Pela quantidade de impostos que foram aumentados após a tentativa de restabelecer a economia nacional, tivemos a triste notícia de que a empresa Ford, com fábricas aqui no Brasil, fechará os seus serviços no nosso país.

Não sendo somente o fechamento da empresa em si o principal fator, com a ida para outro país dessas fábricas, mais de 5 mil funcionários foram mandados embora.

Após esse anúncio, outras empresas também manifestaram interesse em deixar o nosso solo, de modo que mais pessoas têm grande chance de serem demitidas.

Com o desemprego à porta, surge a necessidade de se manter firme no mercado de trabalho. Mas como? É preciso, acima de tudo, se destacar.

Para isso, Madalena Feliciano, gestora de carreiras e coach, explica que “No mercado de trabalho, para ter mais chances de se manter firme, empregado e estável em uma empresa, é importante saber que os profissionais que permanecem, são aqueles que mostram algum diferencial na sua conduta”.

Na decisão de quem vai e quem fica, a empresa sempre opta por profissionais dedicados e que no dia a dia demonstram interesse não somente pelo salário, mas também pelo crescimento da marca.

Segundo a gestora, “Um bom profissional deve sempre ter consigo 5 habilidades essenciais para a sua manutenção e crescimento na empresa”.

São elas:

Comunicação
Trabalho em equipe
Resiliência
Empreendedorismo
Comprometimento

Com essas qualidades, o contratado conseguirá ter atitudes dignas de uma pessoa responsável e comprometida com os assuntos da empresa.

Para uma pessoa se destacar no mercado de trabalho, é preciso que ela tenha determinadas atitudes que a coloquem como um profissional visionário e que se adequa às necessidades do empregador.

Para Madalena, “Existem contratados que ao invés de trazerem resultados para a empresa, somente apontam os problemas. É maravilhoso ter um empregado que te mostre o problema, mas que junto traga soluções para o mesmo”.

Designed by @pressfoto / freepik
Designed by @pressfoto / freepik

Não só isso, é importante trazer resultados para a empresa. Como a sua contratação tem ajudado no crescimento e desenvolvimento da marca? Não faça somente o que foi te pedido. Pense no futuro e preveja possíveis problemas e as suas respectivas soluções.

Fazer com que a empresa cresça, é também crescer como profissional. Investir na sua carreira com cursos voltados para a sua área, cursos de idioma ou que envolvem tecnologias, são ótimos para iniciar a se desenvolver.

Para se destacar, também é importante alinhar o seu ideal com o da empresa. Segundo a coach, “Para ter bons resultados, trabalhar em algo que goste é muito importante. Não adianta esperar progredir em uma empresa se você gosta de trabalhar com criatividade e novas criações, mas é empregado em um lugar que executa atividades voltadas para a administração, por exemplo”.

Imagine o seguinte cenário: Um colega de trabalho seu, de outro setor, precisará ficar até mais tarde para fazer um trabalho que ficou atrasado.

Mas, como você não é daquele setor, decidiu ir para a casa e deixar o seu colega resolvendo toda a papelada sozinho.

Nessa cena, você não mostrou empatia e trabalho em equipe, mas sim egoísmo e falta de interesse com os compromissos da empresa.

Caso ficasse, teria ajudado um colega e além de ter feito melhorias para a empresa, teria se destacado como profissional.

Para finalizar, Madalena ainda complementa: “Para ser um bom profissional, ter autonomia, ser flexível e planejar novos modos de fazer as coisas para ter melhores resultados é essencial. Uma empresa sempre valoriza um contratado que se dedica aos seus interesses”.

No nosso atual cenário de previsão de diversos desempregados, investir e se dedicar a sua carreira se tornou uma necessidade.