Nesta terça-feira, 16 de junho, o Exército Brasileiro abriu novos editais de concursos públicos para Curso de Formação de Oficiais (CFO), nas Escolas de Formação Complementar (EsFCEx) e de saúde (EsSEx), sendo 38 vagas.

As vagas são para quem tem ensino superior. Para o Quadro Complementar, sendo que a idade máxima será de 32 anos (antes era de 36), desde que completos até 31 de dezembro do ano da matrícula (2021).

Exigências para concorrer a uma das vagas:

O candidato precisa ter, no mínimo, 1,60m de altura para os candidatos do sexo masculino ou 1,55m para o sexo feminino.

Para carreira de oficial do Quadro Complementar, o candidato precisa ter Magistério, a licenciatura da área específica.

Para demais oportunidades, os candidatos precisam ter nível superior na respectiva área.
Vagas no concurso EsFcex:

Salvador (BA): as vagas são para ingresso nas áreas de Administração (três vagas); Ciências Contábeis (duas); Direito (três); Estatística (duas); Informática (três); Pedagogia (uma); Psicologia (uma); e Magistério Militar – Biologia (duas), Espanhol (duas), Geografia (duas), História (duas), Inglês (duas), Matemática (uma), Português (uma), Química (duas) e Física (duas).

© Tomaz Silva/Agência Brasil

Vagas no concurso EsSex

Rio de Janeiro (RJ): as vagas são para Enfermagem (cinco); e Veterinária (duas).
Ambos os concursos são de nível nacional. Entretanto, a ministração do curso de formação irá acontecer em Salvador (BA), no caso da EsFCEx, já no caso da EsSex será no Rio de Janeiro (RJ).

Sendo aprovado nas etapas de seleção do Exército vão ser habilitados para iniciar a carreira militar na graduação de primeiro-tenente (que em 2019 a remuneração bruta era de R$ 11.130,75). O valor inclui soldo de R$ 8.245 mais adicional de habilitação de R$ 1.319,20 e adicional militar de R$ 1.566,55.

Os interessados poderão se inscrever no dia 5 de agosto de 2020, às 15 horas, no site oficial. Será cobrada a taxa de inscrição num valor de R$ 120,00.

Provas

Os concursos vão contar com várias etapas, sendo a primeira delas composta por Exame Intelectual (EI), ou prova objetiva. A avaliação, de caráter eliminatório e classificatório, está prevista para ser aplicada no dia 13 de setembro. Os locais de prova serão conhecidos pelos inscritos no concurso a partir do dia 1° de setembro. Os exames serão aplicados das 9 horas até às 13 horas.

Serão 70 questões, com dois blocos:

primeiro: 30 questões, com a seguinte distribuição: Língua Portuguesa (14), História do Brasil (oito) e Geografia do Brasil (oito).

segundo bloco: vai contar com 40 questões de Conhecimentos Específicos relacionados à formação do candidato.

Quem for aprovado nos exames será convocado para as demais etapas do concurso, que incluirá, avaliação de títulos, inspeção de saúde, teste de condicionamento físico, verificação documental preliminar, com revisão médica e comprovação dos requisitos biográficos.