Congresso Luso-Brasileiro de auditores fiscais debate impostos brasileiros mais justos e a relação fisco-contribuinte

Evento ocorre entre os dias 16 e 19 de junho, em São Paulo, e pela primeira vez une os fiscos estaduais e o federal

56

Debater um assunto relevante para destravar a economia brasileira, que é o novo paradigma na relação fisco-contribuinte. Esse é o intuito do Congresso Luso-Brasileiro de Auditores Fiscais, que acontece entre os dias 16 e 19 de junho, no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo. Este ano, organizado pela Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (Afresp), pela primeira vez une os fiscos estaduais e o federal, debatendo questões importantes para tratar a tributação brasileira de forma justa, simplificando os impostos , com meios reais de aumentar a arrecadação dos estados e da União, sem o aumento da carga tributária.

As discussões não poderiam ocorrer em momento mais oportuno, considerando que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, recentemente demonstrou interesse em retomar a pauta da Reforma Tributária.

“O momento é esse para trazermos à tona novas formas de aproximar o fisco e a sociedade, buscando uma tributação mais justa e eficiente”, explica o presidente da Afresp, Rodrigo Spada.

O Congresso, que está na 4º edição, é realizado pela Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite), pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco), pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Sindifisco) e pela Associação Sindical dos Profissionais da Inspeção Tributária e Aduaneira (APIT), de Portugal.

A Afresp – Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo, fundada em 28 de fevereiro de 1948, é o órgão representativo dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo, em atividade e aposentados.