DCTFWeb: saiba como transmitir essa declaração de forma automática

Essa declaração tem como objetivo informam à Receita Federal suas contribuições previdenciárias

Uma nova funcionalidade está disponível para as empresas que precisam transmitir mensalmente a DCTFWeb (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos). 

Agora é possível enviar as informações de forma automática após o fechamento do eSocial, segundo regulamenta o Ato Declaratório Executivo CORAT nº 14/2021. Essa opção estará disponível a partir do período de apuração de outubro, então, veja a seguir como transmitir essa declaração de forma automática.  

DCTFWeb 

A DCTFWeb foi estabelecida pela Instrução Normativa RFB nº 1.787/2018, tendo sido criada com o objetivo de substituir a GFIP (Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social), no ambiente do eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas). 

Através dela os contribuintes informam à Receita Federal as contribuições previdenciárias a cargo das empresas (incidentes sobre a folha de pagamento) e dos trabalhadores, aquelas que são instituídas sobre a receita bruta a título de substituição às incidentes sobre a folha de pagamento, tais como a Contribuição Patronal Sobre a Receita Bruta (CPRB), e as contribuições devidas pelo produtor rural pessoa jurídica, pela agroindústria e pela associação desportiva que mantém clube de futebol.

Também devem ser informadas  as contribuições destinadas a outras entidades e fundos (terceiros). Através disso, é possível consolidar as informações prestadas no eSocial e na EFD-Reinf (Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais) que são escriturações digitais integrantes do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

Ao serem transmitidas as apurações através dessas escriturações, o sistema DCTFWeb recebe os respectivos débitos e créditos, realiza vinculações, calcula o saldo a pagar e, após o envio da declaração, possibilita a emissão do documento de arrecadação . 

Transmissão automática

Todos os contribuintes que são obrigados à DCTFWeb poderão optar pela transmissão direta, desde que não possua débitos suspensos no eSocial. Caso haja alguma pendência é preciso fazer a edição e transmitir a declaração através do atendimento virtual da Receita Federal que é feito pelo portal e-CAC. 

Para aqueles que desejam aproveitar a nova funcionalidade, é necessário indicar no eSocial a opção de enviar automaticamente a DCTFWeb. Sendo assim, ficam dispensados de acessar o e-CAC. 

Por sua vez, os contribuintes que são obrigados a fazer a EFD-Reinf e também querem utilizar a transmissão automática, devem fazer o fechamento desta escrituração antes do eSocial.

Emissão do DARF

É importante ressaltar que, mesmo diante da possibilidade de fazer a transmissão da declaração de forma automática, ainda é preciso emitir o DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) através do portal e-CAC. Outra opção é utilizar o aplicativo da DCTFWeb quando a declaração já tiver sido entregue, gerando o valor a pagar.

Segundo informou a Receita Federal, está estudando a possibilidade de emitir o DARF junto do fechamento do eSocial, quando houver transmissão direta da DCTFWeb. No entanto, ainda não há previsão de implementação.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Comentários estão fechados.