Uma forma de produzir mais e ter melhores resultados, ou até mesmo de enfrentar períodos de crise é diversificando o negócio.

E isso não significa apenas aumentar a proposta de produtos e serviços ou atuar em novos segmentos, alcançando novos públicos. 

Diversificar o negócio significa diversificar toda a estrutura, os processos e as áreas de atuação.

Veja a seguir algumas dicas!

Reveja o Plano de Negócio e a estrutura da sua empresa

É comum as pessoas falarem da importância de se diversificar o negócio.

O termo virou até aqueles jargões no mercado.

Contudo, nem todo mundo sabe em que isso implica.

Quando a proposta é diversificar o negócio deve abranger toda a estrutura – operações, produção, áreas e centros de custo, desenvolvimento de produtos e serviços, planejamento estratégico e orçamentário, relações de trabalho, parceiros e fornecedores, proposta de atendimento ao consumidor, etc.

Por vezes, esta diversificação resulta em uma pequena modificação, mas acaba envolvendo toda a estrutura.

Há muitas maneiras de diversificar o negócio.

Um bom ponto de partida é fazer uma análise sobre o mercado e perceber oportunidades de inovar ou simplesmente entregar o que está sendo requerido.

Outra dica é rever a própria estrutura da empresa e o plano de negócio, já que a diversificação nem sempre é percebida em sua externalidade, mas no cerne da própria empresa.

Novas parcerias

Buscar novos parceiros também pode ser uma saída para diversificar o negócio.

Novas oportunidades podem surgir a partir de trabalho em conjunto, assim como as parceiras podem ser uma oportunidade de reduzir custos, expandir a marca e encontrar novos públicos.

A dica é começar com parceiros que tenham um perfil parecido com a sua empresa e que estejam em segmentos próximos.

Novas parcerias não significam altos investimentos.

Novos produtos e serviços

Rever produtos e serviços é a forma mais comum de diversificar o negócio.

É possível diversificar o portfólio e lançar novidades ao mercado sem perder o foco em suas metas.

Logo, o primeiro passo é fazer uma mensuração de seus resultados em relação aos produtos e serviços dos últimos períodos.

Novo atendimento e nova experiência ao consumidor

A diversificação pode acontecer por meio do atendimento e da experiência que o seu negócio propõe ao consumidor.

Nem sempre é preciso mexer no portfólio de produtos e serviços, mas é possível inovar no tipo de experiência que eles propõem e criar alternativas para atender melhor as expectativas dos clientes.

Diversifique o seu negócio com um novo enquadramento social

Talvez um novo enquadramento para a sua empresa seja a resposta para diversificar o negócio.

Nem sempre a empresa está usufruindo de vantagens e dos resultados que almeja com o enquadramento social que possui.

Desta forma, vale a pena rever com o seu contador as melhores opções para o seu negócio – fale com a equipe OSP Contabilidade e tire as suas dúvidas.

Transformação digital à vista

Talvez esteja na hora da sua empresa adotar estratégias, metodologias e ações que promovam ainda mais a transformação digital e que expanda a sua marca neste universo.

A adoção de métodos, metodologias, ações estratégicas e recursos digitais para atualizar a estrutura e transformá-la digitalmente pode render vantagens e resultados ainda maiores e evidenciar oportunidades.

Nem sempre requer grandes investimentos se adequar.

Aposte em inovação

O que diferencia o seu negócio de outros?

Que novas ideias podem ser uma contribuição para empresas e pessoas, e que ainda faça a sua empresa ser referência no segmento em que atua?

Há um longo processo em inovar e nem sempre é algo fácil.

Mas é fato que a inovação está irremediavelmente ligada à diversificação.

Fonte: OSP Assessoria Contábil