Diferença da antecipação do auxílio-doença será pago em dezembro

0

Este ano de 2020 os segurados do INSS puderam antecipar o pagamento do benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença) em um salário-mínimo. Contudo muitos segurados tinham valores maiores a receber e essa diferença começará a ser liberada no mês de dezembro. Vale lembrar que estão relacionados a antecipação os pedidos de auxílio-doença concedidos até o dia 31 de outubro.

No montante 600 mil segurados de um total de 1,1 milhão de benefícios antecipados terão seus processos analisados, todos eles de forma automática para a então liberação de possíveis valores pendentes.

O INSS já informou que nem todo beneficiário vai receber à diferença, pois para alguns segurados pode não haver alteração no valor do benefício após a revisão.

Saldo do auxílio-doença

Se o segurado que teve a antecipação do auxílio-doença liberado e tiver direito a uma diferença do que foi pago, receberá uma carta do INSS com todas as informações referentes ao recálculo, como também o valor total devido. Em caso de dúvidas basta consultar a plataforma Meu INSS ou ainda entrar em contato pela central telefônica 135.

A diferença a ser paga será calculada com relação ao valor antecipado pelo INSS que foi de R$ 1.045. O valor do pagamento será de uma vez com o total de parcelas recebidas.

Ainda é possível solicitar antecipação

O segurado que queira antecipar o pagamento do auxílio-doença até até o dia 30 de outubro para solicitar, a antecipação também vale para o cidadão que se cadastra no BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Toda antecipação solicitada libera um mesmo valor de um salário mínimo, ou seja, R$ 1.045 para os segurados, a antecipação não exige perícia médica para o caso de auxílio-doença.

Contudo quem antecipa o BPC terá direito a um valor de R$ 600. A antecipação para este caso utiliza a base de dados do CadÚnico e do CPF. A renda familiar do solicitante não pode ser superior a um quarto de salário mínimo. A antecipação termina assim que o INSS fizer a avaliação definitiva do pedido.

Contudo quem antecipa o BPC terá direito a um valor de R$ 600. A antecipação para este caso utiliza a base de dados do CadÚnico e do CPF. A renda familiar do solicitante não pode ser superior a um quarto de salário mínimo. A antecipação termina assim que o INSS fizer a avaliação definitiva do pedido.

INSS

Como solicitar a antecipação?

O trabalhador segurado pelo INSS que deseja antecipar o benefício poderá utilizar por meio de aplicativo ou site Meu INSS e não será necessário agendar a perícia médica.

Assim que o trabalhador acessar a plataforma será necessário anexar o atestado médico do paciente ao requerimento que possui uma declaração de responsabilidade pelo documento.

Atenção! O atestado médico obrigatoriamente deve estar sem rasuras e legível. Também é obrigatório conter estas informações:

  • Assinatura e carimbo do médico, além do registro do Conselho Regional de Medicina (CRM);
  • Informações sobre a doença ou a numeração da Classificação Internacional de Doenças (CID);
  • Prazo estimado do repouso necessário.