Quando mergulhamos no universo corporativo, percebemos que o domínio da nossa atividade é apenas uma das inúmeras habilidades que precisamos saber de cor e salteado.

Afinal, tão importante quanto o know-how na área é entender a aplicação de conceitos financeiros que podem, em médio e longo prazos, dar mais leveza e controle para o dia a dia do seu negócio.

Se você chegou até aqui, saiba que esse cenário está cada vez mais próximo! Neste artigo, você descobrirá qual a diferença entre lucro e faturamento e como essa informação vai te ajudar a alçar voos ainda maiores.

Acompanhe:

O que é faturamento?

Vamos supor que você deseja fazer um controle financeiro com base no seu desempenho no ano anterior.

Ao fazer o levantamento do valor obtido, você chega à conclusão de que suas vendas geraram uma receita de R$ 10.000,00.

Agora, responda rápido: você chamaria esse valor de lucro ou faturamento?

Para descobrir a resposta, é preciso analisar quais informações foram utilizadas no cálculo.

Neste exemplo, os dados utilizados foram as vendas nos últimos 12 meses.

Sendo assim, a receita de R$ 10.000,00 é o faturamento da empresa.

Ou seja: faturamento é o todo valor proveniente das vendas da empresa sem nenhuma dedução.

É através deste montante, inclusive, que são gerados os valores de PIS, COFINS e ICMS.

O que é lucro?

Os conceitos de lucro e faturamento são um pouco confusos porque ambos lidam com dinheiro — o combustível de qualquer negócio.

Na verdade, o lucro possui uma diferença sutil, porém crucial. Vamos analisar a seguinte situação:

Após obter o montante descrito no exemplo acima, você decide incluir outros itens no seu planejamento financeiro como os gastos com aluguel, impostos, luz e telefone para ter uma visão melhor do seu desempenho.

As contas mostram que você gastou um total de R$ 9.000,00, considerando tanto os custos fixos (como internet e aluguel) quanto os variáveis (aqueles que estão mais atrelados à demanda de pedidos).

Nesse caso, você pode afirmar com todas as letras que obteve um lucro de R$ 1.000,00.

Por quê? Essa quantia não está vinculada a nenhum pagamento, oferecendo a você uma oportunidade de investir em melhorias na empresa e garantindo, consequentemente, um bom relacionamento com fornecedores e colaboradores.

Qual a importância de gerenciar lucro e faturamento?

O gerenciamento da contabilidade é uma das peças-chave de todas as empresas de sucesso. Afinal de contas, é com base nas informações obtidas dessa análise que o gestor tem subsídios para corrigir possíveis excessos nos gastos e investir no crescimento gradativo e saudável do seu negócio.

Para te ajudar a otimizar esse processo e não ter dúvidas na hora de saber o que é faturamento e o que é lucro no seu negócio, criamos uma planilha de cálculo, onde você precisa somente preencher com suas receitas e despesas do mês e ela te entrega o lucro real obtido naquele período.

Portanto, que fique bem claro: lucro e faturamento, apesar de muito parecidos, são diferentes no seu conceito e aplicação e devem ser tratados separadamente, porém com a mesma responsabilidade de quem quer ver a conta sempre positiva no final do mês.

DICA EXTRA JORNAL CONTÁBIL: Imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

O nosso parceiro Viver de Contabilidade criou um programa completo que ensina tudo que um contador precisa saber no dia a dia, Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa da Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Fonte: FLUA