Entenda o que é a Amortização na contabilidade

0
334

As rotinas financeiras são as que mais requerem atenção das empresas. Isso, pois uma distração, esquecimento ou troca de conceitos pode resultar em multas e outras penalidades. Por isso, hoje vamos nos aprofundar no que significa amortização na contabilidade.

Preparado para descobrir o que é amortização na contabilidade e como isso pode impactar nos resultados da empresa? Então continue lendo:

AFINAL, O QUE É AMORTIZAÇÃO NA CONTABILIDADE?

Amortização na contabilidade, também conhecida como amortização contábilé a operação que registra a diminuição do valor de bens intangíveis no ativo permanente de uma empresa. Em outras palavras, é a perda de valor do capital aplicado na aquisição de um ativo intangível com existência ou exercício de duração limitada.

É possível usufruir de um ativo intangível durante um certo tempo, seja por conta do tempo de contrato ou de concessão que vai caminhando para o término. Assim, a amortização calcula a perda de valor do bem em comparação com o tempo restante que a empresa pode utilizá-lo.

Antes de avançarmos é importante frisar a diferença entre amortização e depreciação. Ambos se referem a desvalorização de ativos, porém a amortização é aplicada para ativos intangíveis, enquanto a depreciação é adotada em ativos tangíveis.

Há diversos ativos intangíveis que podem sofrer amortização contábil, por exemplo, marcas e patentes, softwares e websites, direitos autorais, etc.

A lista dos bens que podem sofrer amortização na contabilidade pode ser consultada no Art. 325 do Decreto nº 3.000, de 26 de março de 1999. Além disso, consulte o Pronunciamento Técnico CPC 04 (R1) do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) para mais informações sobre ativos intangíveis.

QUAIS VANTAGENS A AMORTIZAÇÃO CONTÁBIL PODE TRAZER?

São várias as vantagens que a amortização contábil pode trazer para os resultados de uma empresa. Por exemplo:

  • Não sofrer penalizações;
  • Planejamento Orçamentário assertivo;
  • Reduzir gastos com tributos.

Agora, vamos nos aprofundar em cada uma dessas vantagens:

NÃO SOFRER PENALIZAÇÕES

Pode até parecer estranho que a primeira vantagem da amortização contábil é justamente ser não sofrer penalizações. Mas acredite: ocultar, intencionalmente ou não, valores de amortizações do balanço pode resultar em penalidades para a empresa.

Inclusive, se comprovada a intenção, a empresa pode ser autuada por fraude contábil.

PLANEJAMENTO ORÇAMENTÁRIO ASSERTIVO

Promover os descontos contábeis referente a amortização de bens intangíveis é importante pois ajuda a empresa a ter caixa quando for substituir este ativo ou mesmo adquirir outro para compor a operação do negócio.

Desse modo, a amortização contábil torna o planejamento orçamentário mais assertivo. Isso, pois permite estimar as reduções que devem ser feitas e até mesmo quando o novo ativo deve ser adquirido.

Além disso, é possível conhecer o valor real dos ativos da empresa, o que permite tomar decisões mais acertadas sobre futuros investimentos.

Importante: A amortização desses bens deve ser contabilizada mensalmente em conta redutora específica.

REDUZIR GASTOS COM TRIBUTOS

A amortização contábil pode entrar nos cálculos de custos ou despesas dependendo do uso do bem intangível. Quando o ativo é utilizado diretamente na atividade-fim da empresa, é custo; quando é usado de forma indireta, é uma despesa.

Desse modo, a amortização na contabilidade pode impactar também o valor do patrimônio líquido da empresa. Assim, como a amortização pode diminuir o valor contábil da empresa, isso impacta em seu lucro tributável, ou seja, pode reduzir os impostos que a empresa deve pagar.

COMO CALCULAR A AMORTIZAÇÃO NA CONTABILIDADE

Em teoria o cálculo da amortização na contabilidade não é complexo, mas é preciso analisar alguns fatores.

Primeiramente, é preciso conhecer o valor pago por determinado bem intangível. Em seguida, é preciso avaliar a vida útil do ativo. O último fator é o chamado valor residual, o valor aplicado caso seja possível revender o ativo depois de algum tempo, seja quando a vida útil dele se encerrar ou antes.

O cálculo da amortização na contabilidade é simples: (Valor inicial – Valor residual) / Vida útil

O resultado dessa conta é o valor que deve ser amortizado. Isso, para que ao final da vida útil do ativo, a empresa tenha dinheiro em caixa para comprar um novo ativo e a operação não seja afetada.

Os números de Amortização, Depreciação e Exaustão entram no Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE). Além disso, a amortização contábil influencia o cálculo da EBITDA / Lajida, que, inclusive se chama, Lucro antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização.

Há dois pontos importantes sobre a amortização na contabilidade que você precisa conhecer. Eles estão nos parágrafos 1 e 4 do Art. 324, do decreto nº 3.000, de 26 de março de 1999:

A soma das quotas amortizadas não podem ser maiores que o custo de aquisição daquele bem. Além disso, não é possível amortizar ativos que não tenham relação com a produção ou comercialização de bens e serviços pela empresa.

Dica: Atenção você contador ou estudante de contabilidade, conheça nosso treinamento voltado para contadores iniciantes, ensinando na prática procedimentos contábeis que todo contador precisa saber, mas que não se ensina na faculdade.

Tudo que você precisa saber para abrir, alterar e encerrar empresas, além da parte fiscal de empresas do Simples Nacional, Lucro Presumido e MEIs, Contabilidade, Imposto de Renda. Quer saber mais? Então clique aqui e não perca esta oportunidade!

Conteúdo original Bluesoft