Muitos empresários não sabem o que é o Fator R, mas na realidade ele é um espécie de cálculo que divide a folha de pagamento dos últimos 12 meses pelo faturamento do mesmo período. Caso o resultado dessa conta for maior ou igual a 28%, sua empresa será tributada com base nas exigências do anexo III (6%) do Simples Nacional.

No entanto, se o resultado for menor que 28%, a empresa se enquadra no anexo V (15.5%). Essas regras são válidas para as empresas optantes pelo regime de tributação Simples Nacional e ajudam a categorizar e qual desses dois anexos a empresa se enquadra ( Anexo III e anexo V) para o pagamento de tributos.

Quais os tipos de empresa precisam calcular o Fator R?

Não são todas as atividades que necessitam avaliar o Fator R para o pagamento da alíquota do imposto. Entre as principais estão que pertencem ao anexo III e estão sujeitas ao fator R estão:

  • Médicos e enfermeiros
  • Dentistas
  • Arquitetos
  • Psicólogos, terapeutas, fonoaudiólogo, acupuntura, clínicas de nutrição e vacinação
  • Fisioterapeuta
  • Academias de ioga, dança e capoeira
  • Academia de ginástica, musculação e natação e outros esportes
  • Montadores de stands para feiras
  • Laboratórios de análises clínicas
  • Empresas que criam programas de computadores e jogos eletrônicos
  • Criação de sites, manutenção e atualização de páginas, desde que sejam feitas na sede do optante
  • Empresas que cedem direitos e licenças do uso de programas de computador
  • Laboratórios de exames de imagem e diagnósticos

Empresas que pertencem ao anexo V e sujeitas  ao Fator R:

  • Empresas despachantes, comissária e de tradução
  • Medicina veterinária
  • Empresas de leilão, perícia e avaliação
  • Serviços de engenharia, tipografia, geologia, cartografia, medicação, etc.
  • Empresas de consultoria, auditoria, gestão, controle, administração e economia;
  • Representantes comerciais ou aqueles que fazem intermediação de negócios de terceiros;
  • Empresa de agenciamento ( exceto mão de obra);
  • Empresas de jornalismo e publicidade;

Além das empresas citadas acima, o Fator R também é calculado em outras atividades que envolvem o exercício da atividade intelectual, natureza técnica, científica, artística, cultural e desportiva, mesmo que seja uma profissão regulamentada ou não.

Como é feito o cálculo do Fator R exatamente?

O cálculo não é nenhum bicho de 7 cabeças, inclusive é realizado pela assessoria contábil da sua empresa, entretanto, o gestor precisa ter conhecimento de como funciona. Veja:

1- É necessário pegar o valor da folha salarial dos últimos 12 meses, isso inclui os salários, pro labores dos sócios e o FGTS. Some todos esses valores.

2- Faça o cálculo do faturamento bruto dos últimos 12 meses.

3- Divida o resultado da folha salarial pelo valor total do faturamento.

Fator R =  Folha de salarial dos últimos 12 meses / Faturamento dos últimos 12 meses

Resultado: Se for igual ou maior do que 28% ( empresa pertencente ao anexo III).

Caso o resultado for menor do que 28%, empresa pertencente ao anexo V.

Conforme o resultado, as alíquotas que sua empresa deve pagar de impostos mudam consideravelmente, é uma forma de economizar e não pagar mais tributos do que se deve.

Confira a tabela do  anexo III e o anexo V:

Anexo III

Serviços – Academias, podologia, instalações, manutenções, medicina, lotéricas, contabilidade e outros. Consulte a lista completa de empresas aqui.

Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaDesconto do valor recolhido
Até R$ 180.000,006%0
De 180.000,01 a 360.000,0011,2%R$ 9.360,00
De 360.000,01 a 720.000,0013,5%R$ 17.640,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0016%R$ 35.640,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0021%R$ 125.640,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0033%R$ 648.000,00

Anexo V

Serviços – Publicidade, jornalismo, consultorias. Lista completa aqui.

Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaDesconto do valor recolhido
Até R$ 180.000,0015,5%0
De 180.000,01 a 360.000,0018%R$ 4.500,00
De 360.000,01 a 720.000,0019,5%R$ 9.900,00
De 720.000,01 a 1.800.000,0020,5%R$ 17.100,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,0023%R$ 62.100,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,0030,50%R$ 540.000,00

DICA EXTRA: O primeiro passo para contadores

Atenção você contador ou estudante de contabilidade, o trabalho para seguir com sucesso na carreira profissional é árduo, inúmeros são os desafios que vamos precisar superar nessa jornada. Mas tenha em mente que o conhecimento é o maior bem que você pode ter para conseguir conquistar qualquer que seja os seus objetivos.

Exatamente por isso apresentamos para você o curso CONTADOR PROFISSIONAL NA PRÁTICA, curso este aprovado por inúmeros alunos e que vem gerando uma revolução no conhecimento e na carreira de profissionais contábeis. 

O curso é sem enrolação, totalmente prático, você vai aprender todos os processos que um contador experiente precisa saber. Aprenda como abrir, alterar e encerrar empresas, além da parte fiscal de empresas do Simples Nacional, Lucro Presumido e MEIs. Tenha todo o conhecimento sobre Contabilidade, Imposto de Renda e muito mais. Está é uma ótima opção para quem deseja ter todo o conhecimento que um bom contador precisa ter, quer saber mais? Então clique aqui e não perca esta oportunidade que com certeza vai impulsionar sua carreira profissional!

Conteúdo original Senhor Contábil

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.