FGTS: Prazo para movimentar o recurso no Caixa Tem está chegando a fim

0

Se você recebeu o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e ainda não utilizou o recurso, saiba que ele poderá retornar ao fundo.

Isso porque o prazo para retirar o dinheiro está terminando: os beneficiários têm até a próxima segunda-feira, dia 30, para fazer saques ou transferências, independente do valor. 

Esse prazo, no entanto, têm causado dúvidas, pois, os trabalhadores questionam se haverá algum prejuízo caso não façam uso do recurso.

Para esclarecer essa e outras questões relacionadas ao saque emergencial do FGTS, continue acompanhando este artigo. 

Saque Emergencial 

A modalidade de saque emergencial do FGTS foi autorizada pela Medida Provisória nº 946 de 07/04/2020, devido à pandemia causada pela covid-19.

Têm direito ao saque o titular de conta do FGTS – incluindo contas ativas e inativas.

Desta forma, pode ser retirado o valor de até R$ 1.045,00 por trabalhador. 

Para a liberação do benefício, a Caixa seguiu um calendário de pagamentos que foi finalizado no começo deste mês.

Porém, se você não recebeu o valor e quer utilizá-lo, o primeiro passo é verificar se possui saldo em sua conta de FGTS. 

Depois, faça a solicitação até o dia 31 de dezembro por meio do aplicativo FGTS, pois, é possível que tenha ocorrido algum erro nos dados de cadastro junto ao sistema da Caixa Econômica Federal. 

Então, será necessário atualizar os dados cadastrais e pedir abertura da conta poupança social digital da Caixa.

Caixa Tem 

O benefício é creditado na Poupança Social Digital criada em nome dos trabalhadores, mas assim que foi liberado o saque, a movimentação é realizada diretamente pelo aplicativo Caixa Tem.

Através da plataforma, é possível fazer o pagamento de boletos ou contas, além de utilizar o cartão de débito virtual e QR code para fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos. 

O recurso também pode retirado em espécie nos terminais de autoatendimento da Caixa, casas lotéricas, utilizando o código que deve ser gerado no aplicativo Caixa Tem, além de ser realizadas transferências para outras contas. 

O que acontece se não movimentar o recurso?

A Caixa Econômica Federal esclareceu que se o trabalhador tiver feito alguma transferência ou saque independente valor, o restante permanece na conta para ser utilizado pelo beneficiário.

Por outro lado, se não houver movimentação, o FGTS retornará ao fundo corrigido e o trabalhador não terá nenhum prejuízo. 

Porém, se após o dia 30 deste mês o trabalhador quiser fazer o saque do recurso deverá solicitar novamente à Caixa por meio do aplicativo.

O novo prazo se estende até o dia 31 de dezembro. 

Não quero sacar o FGTS emergencial, o que faço?

O beneficiário que não pretende utilizar o dinheiro não precisa se preocupar: basta não realizar nenhuma movimentação na poupança digital até a próxima segunda-feira e o dinheiro retornará ao fundo.

No entanto, é importante lembrar que este será o prazo final para utilizar o FGTS por meio da modalidade saque emergencial, visto que a partir de janeiro de 2021, o recurso voltará a ser resgatado apenas nos casos previstos em lei, são eles: 

  • Aposentadoria;
  • Demissão sem justa causa;
  • Doença grave do trabalhador ou de seus dependentes;
  • Compra da casa própria, entre outros.

Canais de consulta

Os trabalhadores podem ainda consultar o valor do Saque Emergencial FGTS e tirar suas dúvidas por meio dos seguintes canais:

  • APP FGTS
  • Central Telefônica CAIXA 111, opção 2.
  • Internet Banking.

Por Samara Arruda