Fies: perdão das dívidas começa a partir de março. Saiba se tem direito

Medida vai beneficiar mais de 1 milhão de estudantes. Veja as regras

O governo definiu as regras para perdoar e renegociar com desconto dívidas de estudantes com o FIES. Contudo, a medida só valerá para alunos que aderiram ao Fies até o 2º semestre de 2017. O processo começa em 7 de março de 2022. Os débitos foram contraídos por quem fez universidade usando dinheiro do Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior)

O valor a ser perdoado deve ficar na casa de R$ 38 bilhões e mais de 1,2 milhão de pessoas com mensalidades em atraso devem ser beneficiadas. A decisão de  Jair Bolsonaro (PL) sobre esse programa que beneficia devedores do Fies foi no final de 2021. 

O perdão dos débitos estudantis pode chegar a R$ 38 bilhões. São cerca de 1 milhão de estudantes que poderão ser beneficiados, com um valor médio perdoado de R$ 34.800. Os dados são do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), do Ministério da Educação..

Quais são as regras de renegociação?

Conforme falamos no início do texto, a renegociação valerá somente para alunos que aderiram ao Fies até o 2º semestre de 2017. Segundo o Executivo, para ter o nome retirado dos cadastros restritivos de crédito, os beneficiários deverão pagar o valor da entrada no ato da renegociação, correspondente à primeira parcela. 

O valor mínimo da prestação é R$ 200. Os estudantes poderão solicitar e realizar as operações de forma digital por meio das plataformas do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, agentes financeiros do Fies. 

O objetivo é reduzir a inadimplência da carteira de crédito e garantir a sustentabilidade do fundo. A MP prevê descontos de até 92% para inscritos no CadÚnico ou se recebeu o auxílio emergencial, o que representa cerca de 548 mil estudantes inadimplentes, segundo o governo. 

Para demais os beneficiários, o desconto é de até 86,5% e contemplará cerca de 524,7 mil estudantes. Poderão ser negociadas dívidas atrasadas a mais de 90 dias, com piso de desconte sendo 12% podendo chegar a 86,5% no caso de dívidas atrasadas a mais de 360 dias. O saldo remanescente poderá ser parcelado em até 10 vezes. 

Você quer passar no concurso público dos seus sonhos?

Aprenda uma metodologia única de estudos que fará com que você seja aprovado no concurso público que sempre sonhou em até um ano.

Já imaginou se você tivesse aprendido essa metodologia a um ano atrás? Hoje de fato, você estaria exercendo o serviço público que sempre sonhou, com estabilidade e segurança financeira.

Não deixe seu sonho pra depois, além de aprender uma metodologia que lhe garantirá o concurso dos sonhos, você também aprenderá temas básicos como: organização da rotina, escolha do concurso, cronograma de estudos, materiais recomendados e outros assuntos importantes.

E aí, que tal transformar seu sonho e objetivo em realidade? Clique aqui e seja aprovado no concurso público que sempre sonhou!

Comentários estão fechados.