Seguindo com o nosso glossário aplicado de contabilidade, trazemos no post de hoje todos os conceitos envolvendo as demonstrações financeiras de uma empresa. Os principais demonstrativos consistem em relatórios contábeis que servem de apoio na tomada de decisões pelos administradores das empresas, bem como para informar dados relevantes a investidores e para o mercado.

Cada um destes demonstrativos possui finalidades específicas e concentram determinados fatos sobre a vida e a rotina financeira da companhia. Acompanhe os conceitos e entenda a que cada um deles se refere.
Balanço Patrimonial

Como explicamos em outro post, o Balanço Patrimonial é uma das principais obrigações de uma empresa e tem como objetivo demonstrar a sua situação financeira em um determinado período, através de indicadores quantitativos e qualitativos. As informações nele contidas servem para dar um norte aos administradores, auditores e demais partes interessadas, para que estes saibam exatamente o estado de saúde econômica e financeira de uma empresa. No BP estão as informações referentes ao ativo, passivo e patrimônio líquido da sociedade e indica quais os bens, direitos e obrigações que fazem parte da equação de seu patrimônio.
Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)

A DRE tem como objetivo evidenciar a formação do resultado líquido do exercício, através do cruzamento de receitas, custos e resultados, conforme o princípio contábil do regime de competência. Esse demonstrativo apresenta-se na forma de um resumo financeiros dos resultados operacionais e não operacionais de uma sociedade em um determinado período. A DRE possui periodicidade variada, normalmente é elaborada uma vez por ano para fins de divulgação dos resultados da empresa, mas pode ser elaborada mensalmente ou trimestralmente para fins administrativos ou fiscais.

São discriminados na DRE os valores da receita bruta de vendas e serviços, bem como as suas deduções, os impostos incidentes e os respectivos abatimentos. Além disso, deve constar ainda a receita líquida das mesmas vendas e serviços, o custo das mercadorias comercializadas e dos serviços prestados, bem como do lucro bruto. Outras informações como despesas de vendas, despesas financeiras e outras despesas operacionais também entram na DRE para fins demonstrativos, assim como o lucro operacional, outras receitas e a provisão para o Imposto de Renda.
Fluxo de Caixa

Refere-se ao fluxo de dinheiro no caixa da sociedade, ou seja, todas as entradas de dinheiro e todos os gastos efetuados, sendo a real tradução da movimentação financeira ocorrida em um determinado período. O fluxo de caixa se divide em inflow, que representa a entrada, e outflow, que representa a saída de dinheiro do caixa.
Orçamento

Assim como o fluxo de caixa, é um demonstrativo das movimentações monetárias da sociedade, mas referente a um período futuro, ou seja, é uma estimativa das entradas e saídas de dinheiro do caixa da empresa. O orçamento é parte do plano financeiro estratégico de uma empresa e, normalmente, é utilizado para um projeto específico a fim de projetar tudo aquilo que será investido e também todos os gastos envolvidos para mensurar o valor acumulado entre as receitas e as despesas incorridas.
Relatório de Gestão

É um instrumento de transparência utilizado pela empresa para informar às partes interessadas todos os aspectos gerenciais que impactam na vida financeira da sociedade, bem como os projetos que serão desenvolvidos a curto, médio e longo prazo. No Relatório de Gestão são traçadas as metas orçamentárias, a prestação de contas, a descrição dos projetos e planos de ação, bem como outras informações relevantes sobre a gestão empresarial.
Parecer de Auditores Independentes

As empresas contratadas para realizarem auditorias independentes valem-se de uma metodologia específica para realizar a análise financeira e contábil das empresas, verificando se os procedimentos adotados estão em consonância com as normas legais e contábeis vigentes, a fim de emitir um parecer que irá atestar a conformidade e a adequação de suas demonstrações financeiras. Esse parecer é um documento oficial que contém a descrição de todos os processos realizados, o método de análise utilizado e as conclusões do auditor, descritos de forma clara e objetiva.

A utilização de um sistema que auxilie o profissional na organização das demonstrações financeiras da empresa, que possua parâmetros ajustados a fim de emitir essas obrigações de forma descomplicada e fácil, é indispensável para que o profissional tenha a segurança necessária nos documentos pertinentes à sociedade, além de poupar tempo com questões de formatação e parametrização das demonstrações conforme a legislação aplicável.

Fonte: http://blog.sage.com.br/gestao-contabil/glossario-aplicado-de-contabilidade-demonstracoes-financeiras/

[useful_banner_manager banners=7 count=1]