INSS: Avanço da ômicron trás perícias por telemedicina de volta

Projeto piloto será realizada junto as com as prefeituras Municipais

Devido ao avanço da variante Ômicron da Covid-19 o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) decidiu paralisar temporariamente as perícias médicas para o benefício por incapacidade temporária.

E para que os atendimentos não fossem paralisado o presidente do INSS, José Carlos Oliveira, assinou uma portaria para instituir uma experiência-piloto com teleavaliação para perícias médicas. A portaria foi publicada na quinta-feira (13), no Diário Oficial da União (DOU).

As prefeituras Municipais que possuem Acordo de Cooperação Técnica (ACT) com o INSS terão um papel importante pois trabalharam para ajudar no projeto.

Inicialmente, serão dez cidades:

  1. Vassouras (RJ)
  2. Francisco Morato (SP)
  3. Minas Novas (MG)
  4. Santo Augusto (RS)
  5. Olhos D’Água das Flores (AL)
  6. Corrente (PI)
  7. Pedro Gomes (MS)
  8. Ji Paraná (RO)
  9. Lábrea (AM)
  10. Botas de Macaúbas (BA)

De acordo com a portaria “O INSS disponibilizará, por meio eletrônico, a minuta de ACT e o respectivo Plano de Trabalho”, disse

O termo foi assinado pelo ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, pelo presidente do INSS, e pelos representantes dos municípios participantes da experiência-piloto, em Brasília (DF).

“Hoje mais de 50% dos benefícios do INSS são afetos do benefício por incapacidade e essa ferramenta vai ao encontro do que está sendo feito no mundo, a telemedicina. Tenho certeza de que o piloto será exitoso e ampliado para os 5 mil e poucos municípios que temos no país”, destacou Oliveira.

Lorenzoni lembrou que a telemedicina é uma realidade e essa inovação irá contribuir para compensar a perda de 10 mil funcionários do INSS que se aposentaram nos últimos três anos e não foram repostos.

destacou ainda que a tecnologia traz para os quase 4 mil peritos o desafio de aprimorar métodos e sistemas, ao mesmo tempo que possibilita que esses profissionais possam se multiplicar para realizar atendimentos a quilômetros de distância.

Pericia médica presencial

Após a suspensão enquanto o projeto ainda não inicia, os segurados do INSS precisam fazer todo o processo de forma presencial.

Para ser atendido é preciso agendar atendimento pela internet para passar pela perícia médica em algum posto da Previdência Social.

E para isso basta ligar no telefone 135 ou fazer pelo aplicativo Meu INSS:

  1. Acesse a Página do Meu INSS (internet ou App);
  2. Após o Login vá até a opção “Agende sua Perícia” no menu esquerdo;
  3. Clique em “Agendar Novo”;
  4. Acompanhe o pedido em “Resultado de requerimento/Benefício por incapacidade”;
  5. Compareça na data marcada para a Perícia.

Para realizar a pericia alguns documentos são obrigatórios: documento oficial com foto, carteira de trabalho ou outro documento que comprove o pagamento do INSS, declaração do empregador informando o último dia trabalhado (no caso de ser empregado).

Comentários estão fechados.