INSS: Como Simular Aposentadoria pela Internet?

0

Desde o início de abril de 2020, o serviço do Meu INSS para a simulação de aposentadoria já está disponível.

Para quem não sabia, este serviço estava desativado desde que a Reforma da Previdência entrou em vigor, em novembro de 2019.

Como as novas regras para ter acesso aos benefícios mudou, a calculadora de aposentadoria do Meu INSS estava passando por mudanças e estava indisponível.

Mas uma pergunta que algumas pessoas estão vindo me perguntar nos vídeos e posts aqui do Ingrácio é a seguinte: posso confiar nas informações que o simulador traz?

Vou te dar esta resposta aqui no post, então continue aqui comigo para ficar por dentro deste assunto.

Você vai entender tudo sobre:O que é a simulação de aposentadoria do Meu INSS?Posso simular todos os tipos de aposentadoria?Como acessar o simulador de aposentadoria?Funcionalidades que ainda não estão disponíveisO veredito: posso confiar na simulação ou não?

O que é a simulação de aposentadoria do Meu INSS?

Como o nome sugere, o simulador de aposentadoria é uma dos serviços oferecidos pelo site do Meu INSS em que o segurado pode calcular se já tem direito a se aposentar ou não.

São apresentadas várias modalidades de aposentadoria e é informado ao segurado se ele já tem direito ao benefício, quanto tempo ele tem de contribuição, se já cumpriu a carência necessária, entre outros.

Se você não possuir direito ao benefício, o sistema informa quanto tempo falta para você conseguir se aposentar naquela modalidade, seja tempo de contribuiçãopontos ou até mesmo idade.

Este serviço é muito útil porque ele pega os seus dados previdenciários direto do CNIS e mostra as suas possibilidades de aposentadoria em tempo real.

Mas vai um porém: antes de você usar a calculadora de aposentadoria você deve verificar se todos os dados do seu extrato previdenciário (CNIS) estão corretos para que não tenha chance de você ter uma informação incorreta no simulador.

Vou falar sobre isso mais para frente.

Posso simular todos os tipos de aposentadoria?

Antes da pausa da calculadora para o ajuste às novas regras da Reforma da Previdência, o serviço fazia a simulação de todos os tipos de aposentadorias disponíveis e incluía o provável valor do benefício.

Mas, atualmente, o simulador atualizado conta somente com 7 tipos de cálculo:

Você também pode editar seu tempo de contribuição, caso hajam dados incorretos no CNIS.

Desse modo, você pode ver, em tempo real, o quanto tempo falta para você se aposentar, mesmo que seu extrato previdenciário esteja errado.

Como acessar o simulador de aposentadoria?

Para você acessar o simulador de aposentadoria, você deve fazer um cadastro no site do Meu INSS. Basta clicar em “CADASTRAR SENHA” após abrir a página.

Depois disso, você chegará na tela principal do site, com todos os serviços online do INSS:

simulador aposentadoria meu INSS

Agora você deve clicar em “Simular Aposentadoria”.

A seguinte tela aparecerá:

simulador aposentadoria meu INSS

Perceba que sua idade, sexo e tempo de contribuição já aparecem no início da página.

Também é informado se você tem direito a alguma aposentadoria, dentre os 7 tipos de cálculo, se você cumpriu a carência, quanto tempo resta de contribuição, de idade e de pontos (caso seja o caso) para ter acesso a cada benefício.

Importante mencionar que o sistema alerta que as informações deste simulador não garantem direito ao benefício, é somente uma previsão.

Além disso, o INSS cita que pode requerer documentação adicional para novos períodos de trabalho ou contribuição.

Como eu disse anteriormente, você pode editar sua idade e o seu tempo de contribuição. Perceba que há uma espécie de lápis ao lado dessas informações.

simulador aposentadoria meu INSS

Clicando no segundo ícone, abrirá uma página com todos os seus vínculos de trabalho e de contribuições (incluindo recebimentos de benefícios do INSS).

Você pode mudar o período trabalhado/contribuído, excluir o trabalho/contribuição e também adicionar novos vínculos.

simulador aposentadoria meu INSS

No caso dos vínculos de trabalho, eu omiti o nome das empresas e coloquei “Empresa 1, 2 e 3”, mas quando você acessar essa página aparecerá o nome exato de onde você trabalhou, ok?

Como você percebeu, o simulador é bem intuitivo e bastante simples de usar.

Funcionalidades que ainda não estão disponíveis

O INSS informa que todas as funcionalidades que existiam no simulador antigo ainda não estão disponíveis.

Em breve já será possível realizar as simulações para os segurados que se filiaram ao INSS após as mudanças estabelecidas da Reforma (13/11/2019).

Além disso, não é possível ver o valor estimado de benefício que o segurado teria com as aposentadorias.

Essa função estava disponível antes da atualização da calculadora, o que era muito bom para o segurado ter uma noção de quanto ganharia com o benefício.

Nos resta esperar e torcer para que todos os serviços do simulador estejam disponíveis logo, principalmente em relação ao valor estimado do benefício, um dos principais motivos que as pessoas usam a calculadora.

O veredito: posso confiar na simulação ou não?

Como especialista, te respondo prontamente que você pode confiar na simulação da calculadora do INSS, mas você deve ficar muito atento às seguintes informações:

  • confira se todos os seus vínculos de trabalho/contribuição estão com os períodos exatos e sem nenhum erro. Caso contrário, as informações que vão constar no simulador estarão errados;
  • confira se os salários de contribuição estão corretos. Caso contrário, a previsão do valor da sua aposentadoria ficará errado (função estará disponível brevemente);
  • confira se o seu sexo e data de nascimento na página inicial do simulador estão corretos, porque ele interfere diretamente no seu direito aos benefícios.

Se você verificar que tudo (tudo mesmo!) está correto, você pode ficar tranquilo e confiar no simulador.

Se não for o caso, você pode adicionar os vínculos manualmente, mas, a partir daí, já não posso garantir que a calculadora é confiável. Isso porque não é certeza que o INSS reconhecerá os períodos que você colocou no simulador, então fique atento!

Como as informações que constam no CNIS, em tese, já estão reconhecidas pelo INSS, você pode confiar nas informações que estão ali.

Mas te lembro: se você verificar algum erro, você já não pode ter certeza dos dados do simulador.

Nessa hipótese, quando você for solicitar o benefício, o próprio INSS pergunta se você não deseja arrumar as informações do CNIS e será nessa hora que você apresentará a documentação que comprova as informações corretas que você deseja mudar/incluir.

Conclusão

Com este post, você entendeu se vale a pena ou não confiar na simulação da aposentadoria realizada pela plataforma do Meu INSS.

Lembre-se de verificar todos os seus vínculos de trabalho e de contribuição..

Você também viu como acessar o sistema e como alterar sua data de nascimento, sexo, e vínculos do CNIS (onde você pode excluir e editar vínculos já existentes, além de adicionar novos).

Se você gostou do nosso post, compartilhe-o com a sua família e amigos que precisam saber destas informações.

Não se esqueça de seguir o Ingrácio nas redes sociais. Estamos na maioria das plataformas digitais: YouTubeInstagram e LinkedIn.

Dica extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Fonte: Ingrácio Advocacia