Ícone do site Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal

INSS suspende perícia médica para a revisão do auxílio-doença

INSS - Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles / Editado por Jornal Contábil

INSS - Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles / Editado por Jornal Contábil

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) informou que suspendeu por tempo indeterminado a realização de perícias médicas para revisão de benefício por incapacidade temporária (auxílio-doença). Segundo o Instituto, a medida se deu após o aumento de casos de Covid-19 no país. A preocupação do órgão é tanto com os segurados quanto com os médicos peritos, que foram infectados, conforme informou a ANMP (Associação Nacional de Médicos Peritos). Sendo assim, a partir de agora o número de atendimento cairá de 15 para 12 pessoas.

Segundo informação do vice-presidente da ANMP, Francisco Eduardo Cardoso Alves ao Jornal Extra, “enquanto durar o estado de emergência de saúde pública de relevância internacional a perícia vai trabalhar com uma jornada de trabalho diferenciada como todos os trabalhadores do Brasil estão fazendo.”

“A redução de atendimento para 12 segurados por dia representa uma redução de cerca de 25% no fluxo da Agência da Previdência Social (APS) diariamente, o que é compatível com as políticas de redução de aglomeração”, acrescentou.

O pente-fino do INSS é destinado exclusivamente aos beneficiários do benefício de incapacidade temporária (auxílio-doença), incluindo o acidentário e engloba apenas as pessoas que estão há mais de seis meses sem passar por perícia médica e sem data definida para cessação do benefício.

De acordo com a portaria publicada na quinta-feira (13), a suspensão vale para perícias marcadas desde o dia 12 de janeiro deste ano. O INSS informou que as perícias suspensas serão remarcadas para o segundo semestre, e que os segurados serão informados da nova data.

Os segurados afetados pela suspensão das perícias continuarão recebendo os benefícios normalmente.