A Receita Federal já recebeu mais de dez milhões de declarações do . A expectativa é de que 28,3 milhões de declarações sejam entregues. O prazo para entrega termina em 28 de abril. Quem não apresentar estará sujeito à multa de 1% do imposto devido por mês de atraso até o limite de 20% do valor ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior custo.
O Sindicato das Empresas de Contabilidade e de Assessoramento no Estado de São Paulo () alerta o contribuinte para não deixar a entrega para a última hora a fim de evitar transtornos com o sistema, inconsistência de informações ou falta de dados. “É preciso muita atenção no preenchimento para não cair na malha fina. Com a evolução da inteligência fiscal brasileira, o poder de cruzamento de dados aumentou”, adverte Márcio Massao Shimomoto, presidente da entidade.
Em 2016, 771 mil declarações caíram na malha fina do . A maior parte das declarações retidas apresentou indícios de irregularidades devido à omissão de rendimentos, de acordo com a Receita Federal. Shimomoto orienta que, em caso de dúvidas no preenchimento da , “somente o profissional da contabilidade está apto a ajudar o contribuinte e assim evitar erros que possam reter a na malha fina”.
Sobre o e Aescon-SP
Desde 1949, o e a AESCON-SP (associação do setor) conciliam a prestação de serviços à luta permanente em prol dos interesses dos empreendedores e dos contribuintes brasileiros. Representa quase 18 mil empresas contábeis e mais de 84 mil de assessoramento no estado de São Paulo.00

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.