O governo federal tem uma série de políticas públicas que, realmente, transformam e melhoram a vida de diferentes tipos de pessoas. Um desses importantes s é o  que trouxe para o mercado de trabalho adolescentes que antes tinham bastante tempo ocioso.

Porém, apesar de ser um muito importante e que já existe há alguns anos, algumas pessoas ainda não conhecem direito o .

Neste texto, você vai entender o que ele é, como funciona, entre outras informações relevantes sobre essa essencial política pública federal. Confira!

: O que é?

O é uma política pública que coloca adolescentes no mercado de trabalho, ganhando um salário e fazendo um curso de profissionalização em alguma área específica. Ou seja, é a mistura da educação com a prática no mercado de trabalho.

O é uma maneira muito bem elaborada do adolescente ter o , aprender uma nova profissão e começar a buscar a própria independência financeira, além de poder ajudar em casa com as contas e ter essa maturidade desde mais cedo.

Como funciona esse ?

O é dividido em dois pontos específicos: o primeiro é a parte do aprendizado em sala de aula, em que o jovem faz um curso de qualificação técnica em alguma instituição credenciada pelo . A segunda parte é quando ele põe em prática esse conhecimento em alguma empresa que contrate o .

Ele recebe um salário todo mês para participar das aulas e também para o trabalho. Ou seja, na época do curso, o também recebe, não é apenas quando ele já está na etapa do estágio em alguma empresa.

Normalmente, o recebe um salário-mínimo e trabalha nas horas que não influenciam ou atrapalham no rendimento escolar dele.

É a partir de que idade?

Jovens a partir de 14 anos que estejam cursando o ensino fundamental ou médio podem participar do . É preciso ficar atento, porque você que tem que correr atrás das vagas. Elas são disponibilizadas pelas próprias empresas e, normalmente, abrem essas vagas por apenas uma vez ao ano.

O é até que idade?

Existem dois tipos diferentes de s do . O para adolescentes de 14 a 18 anos e o para jovens de 18 a 24 anos. A idade máxima é de 24 anos, exceto para pessoas portadoras de alguma deficiência que não existe idade máxima para participar desse .

Vagas

As vagas são distribuídas por diversas empresas ao redor do país. Com certeza, na sua cidade existe, pelo menos, uma que ofereça a oportunidade de ser , porque é muito bom para a empresa, já que ela tem custos bem menores do que contratar um profissional da forma mais comum como rege a lei.

Existem alguns s específicos espalhados por todo o Brasil, como é o caso dos Correios, por exemplo, que abre, anualmente, o seu . Os jovens participam de um processo seletivo antes de serem escolhidos.

Além dos Correios, outras empresas também participam desse , como é o caso de bancos como a Caixa, o Bradesco e o Itaú. Para participar desses s, você precisa entrar no site, ficar atento ao de inscrição, fazer essa inscrição, participar do processo seletivo e depois aguardar o resultado.

Além do trabalho, o precisa fazer o curso de aprendizagem. Ele é feito nas instituições do Sistema S, como Sesc, Senac, Senat e também em outras instituições definidas e cadastradas pelo governo federal.

Inscrição para o

A inscrição para o é feita no próprio site da empresa que participa do ou na sede dele na sua cidade. Se for uma loja, por exemplo, basta você ir até lá e perguntar para o gerente ou dono como faz para participar do processo seletivo.

Benefícios

Além da oportunidade de estudar uma profissão e colocá-la em prática, o é a chance de de muitos adolescentes e jovens do país. Eles também recebem um salário, vale-transporte, refeição, direito às férias, contribuição para INSS e tudo mais.

Normalmente, o salário do é de meio salário-mínimo, mas pode ser bem mais do que isso, chegando até o valor total do salário-mínimo definido no Brasil.

Via Blog do Trabalho

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.