+Milionária: Veja como funciona a nova loteria da Caixa

A aposta mínima terá o valor de R$ 6,00

+Milionária a nova loteria da Caixa Econômica Federal foi autorizada nesta segunda-feira (18) pelo Governo Federal. De acordo com o banco, atualmente os brasileiros vêm realizando mais apostas que o normal. Ao todo, foram R$ 18,83 bilhões em apostas no ano passado, um aumento de 7,7% na comparação com 2020.

Após a publicação da portaria da Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria da Pasta no Diário Oficial da União (DOU) no dia 18 de abril, a nova loteria entra em vigor no dia 2 de maio.

Segundo o texto, a +Milionária terá frequência semanal e a data do primeiro concurso será ainda definida pela Caixa.

A aposta mínima terá o valor de R$ 6,00. Contará com dois campos, de 6 números na matriz I (números de 1 a 50) e dois números na matriz II (números de 1 a 6) dos volantes dos jogos.

O prêmio mínimo será de R$ 10 milhões. Sendo que as chances de acertar os oitos números não será fácil.

Como já é de praxe, as apostas poderão ser feitas nas casas lotéricas ou no site (www.loteriasonline.caixa.gov.br). Será possível também realizar pelo aplicativo Loterias Caixa.

Diferente da Mega-Sena, a +Milionária não acumula, sendo assim, caso não haja aposta vencedora na primeira faixa, o valor acumulado será destinado à formação do prêmio da primeira faixa de premiação do concurso subsequente. 

Caso não haja aposta vencedora na segunda faixa, o valor acumulado será adicionado ao valor destinado à terceira faixa e rateado entre os portadores de recibos com apostas vencedoras, e assim por diante, até a quinta faixa. 

Segundo a Caixa, não havendo aposta vencedora na sétima, oitava, nona e décima faixas, cada valor acumulado será destinado à formação do prêmio da primeira faixa do concurso subsequente.

Os sorteios devem ocorrer pelo menos uma vez por semana, com a frequência sendo definida pela Caixa, assim como a data do primeiro sorteio da nova loteria.

Comentários estão fechados.