Nova margem do consignado no INSS sobe para 40%

0

O Governo alterou novamente a margem de empréstimo consignado. O Senado aprovou, na última semana, o Projeto de Lei que aumentou o limite de crédito consignado de 35% para 40%. O que vai beneficiar servidores públicos e segurados do Instituto Nacional do Seguro Social.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O empréstimo consignado é uma linha de crédito onde o valor a ser cobrado é descontado diretamente do salário do contratante. É destinado para os servidores públicos ou aposentados e pensionistas do INSS.

A vantagem do consignado está nos juros, considerada uma das mais baixas do mercado. Os bancos gostam de trabalhar com essa linha de empréstimo, isso porque o valor a ser cobrado, será descontado diretamente do salário de quem contratou.

Antes, para solicitar o crédito pelo empréstimo consignado era preciso calcular a média salarial recebida pelo titular, havendo um limite de comprometimento de 35% da renda.
Com a nova margem de 40%, será possível ter repasses maiores para conceder o empréstimo.

Dos 40%, 5% é para contratação dos serviços de um cartão de crédito. E os 35% são para o segurado usar para solicitar empréstimo.

Esta nova margem terá validade até 31 de dezembro de 2021. Não havendo uma prorrogação, a partir de janeiro de 2022, as regras voltam a ser a anterior, ou seja, 30% + 5%.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil