Nova prorrogação do Auxílio Emergencial ainda pode ser liberada?

O Auxílio Emergencial ainda é tema para milhares de brasileiros que a partir deste mês vão ficar sem o apoio do governo

O fim do auxílio emergencial 2021 deixou 22 milhões de brasileiros sem qualquer tipo de ajuda por parte do governo neste mês, tendo em vista que a nova aposta do governo, o Auxílio Brasil — substituto do Bolsa Família — não contempla todos os beneficiários do Auxílio Emergencial.

Assim, vão receber o novo Auxílio Brasil as famílias já cadastradas no Bolsa Família e as famílias que estavam na fila de espera ou se inscreveram agora no Cadastro Único (CadÚnico).

Nova prorrogação do Auxílio Emergencial

Desde as vésperas do encerramento do Auxílio Emergencial ainda no mês de outubro, integrantes do governo vinham se inclinando de modo a apoiar uma nova prorrogação do Auxílio Emergencial este ano. Muitos inclusive não se preocupavam com o possível fracasso do Auxílio Brasil.

Ainda que grande parte do governo esteja se preparando para a aprovação da PEC dos Precatórios que trará recursos para o governo bancar o Auxílio Brasil no valor de R$ 400 e integrando ainda ao menos mais três milhões de pessoas, a equipe do governo entende que pode haver um fracasso para a aprovação do tema no Senado Federal.

Como consequência a demora no Senado em avaliar a PEC, que pode fazer com que o Auxílio Brasil no valor de R$ 400 comece apenas no ano que vem, o número de 22 milhões de famílias sem qualquer tipo de ajuda com o fim do Auxílio Emergencial podem trazer uma imagem negativa para o presidente em um momento de trampolim para a campanha eleitoral em 2022.

Assim, essa ala que ainda defende o Auxílio Emergencial ainda sugere uma nova prorrogação do benefício, não só para aliviar a situação dos mais de 22 milhões de desamparados, como também para dar um salto na imagem do presidente nesse período.

No entanto, o governo vem trabalhando fortemente junto a Senadores para conseguir aprovar a PEC dos Precatórios o mais rápido possível e liberar o novo valor de R$ 400 ainda este ano, e como consequência, os pedidos e anseios quanto uma nova prorrogação do Auxílio Emergencial acabam perdendo forças e se tornam cada vez mais incertos.

Comentários estão fechados.