Novembro Azul: O seu preconceito pode trazer sérias consequências

0

Em pleno ano de 2020, muitos homens ainda morrem em decorrência do câncer de próstata.

Uma doença que pode ser plenamente evitada, mas, conforme lembra o neurocientista e psicanalista Fabiano de Abreu, ainda recheada de preconceitos e sem o devido conhecimento da sua importância.

A campanha Novembro Azul está aí! Diversos meios de comunicação abrem espaço para ouvir especialistas, compartilhar opiniões, e informar os homens acerca dos cuidados preventivos contra o câncer de próstata.

No entanto, por puro e simples preconceito, a classe masculina cria barreiras que podem trazer sérias consequências, e podem ser facilmente derrubadas com o exame de toque retal. 

O neurocientista Fabiano de Abreu fala sobre este tipo de câncer e como o preconceito em como é feito o exame, pode levar as pessoas a não fazerem o exame isso acarrete na morte. 

“A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, localizada em frente ao reto e abaixo da bexiga, por isso a necessidade do exame ser feito com eficiência pelo toque retal e análise sanguínea do PSA.

Esta glândula é responsável pela produção do líquido seminal que protege e nutre os espermatozóides.

O câncer é devido à mutações no DNA das células normais da próstata se desenvolvendo de maneira anormal formando o câncer. 

No entanto, por preconceito, os homens deixam de lado o exame preventivo e se tornam vítimas em potencial desta doença; estamos na era em que o preconceito não leva a nada, a sua opção sexual condiz apenas a você mesmo, e ninguém mais se importa com isso.

E não é um teste deste que vai dizer quem você é e quais as suas visões deste assunto”, alerta o neurocientista, filósofo e psicanalista Fabiano de Abreu. 

Ainda de acordo com o especialista, é importante que os homens “sejam racionais e maduros para saber que um teste simples pode salvar a sua vida”, reforça Fabiano.

Dentre as diversas celebrações marcadas para o mês de novembro, uma delas é o Dia da Consciência Negra.

Aliando à campanha de prevenção ao câncer de próstata, Fabiano de Abreu deixa um recado para os homens negros: “Dados científicos comprovam que estes têm duas vezes mais chances de ter este tipo de câncer”.

Outro grupo de risco também são os obesos: “A obesidade também aumenta as chances para este tipo de câncer”, destaca o neurocientista.

Fabiano de Abreu recomenda que os homens, a partir dos 40 anos de idade, superem o preconceito e façam o exame: “Verifique e faça o diagnóstico de todas as possibilidades, para que se possa cortar este mal pela raiz e a pessoa não venha a morrer de algo que poderia ter sido tão facilmente evitado, a partir do momento que se faz o exame preventivo”, completa

Por Fabiano de Abreu