O que vai mudar no Novo Ensino Médio em 2022

O Novo Ensino Médio vai trazer mudanças que farão o aluno permanecer mais tempo no ambiente escolar

O Novo Ensino Médio vai trazer mudanças que farão o aluno permanecer mais tempo no ambiente escolar. Uma dessas mudanças diz respeito aos Itinerários Formativos e também como o aluno poderá ter um Projeto de Vida.
Elas serão implantadas a partir de 2022 em todas as escolas do país. O objetivo das mudanças é aproximar o aluno da realidade do mercado de trabalho e da tecnologia.

Itinerários Formativos

Segundo o Ministério da Educação (MEC), os Itinerários Formativos são o conjunto de disciplinas, projetos, oficinas, núcleos de estudo, entre outras situações de trabalho, que os estudantes poderão escolher no ensino médio.

Sendo possível se aprofundar nos conhecimentos de uma área do conhecimento(Matemáticas e suas Tecnologias, Linguagens e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Ciências Humanas e Sociais Aplicadas) e da formação técnica e profissional (FTP) ou mesmo nos conhecimentos de duas ou mais áreas e da FTP.

Será permitido às redes de ensino definir quais os itinerários formativos que irão ofertar, considerando um processo que envolva a participação de toda a comunidade escolar.

Projeto de Vida

O aluno quando ainda estiver na educação básica, poderá validar suas competências e interesses para decidir o que fazer no futuro profissional e pessoal. As escolas terão que promover práticas e reflexões que incentivem a investigar e elaborar o projeto de vida de cada estudante.

O estudante terá a oportunidade de ter autonomia para realizar suas escolhas. O Projeto de Vida tem como objetivo estimular o desenvolvimento de habilidades do aluno como cooperação, compreensão, domínio de tecnologias, defesa de ideias e análise critica da realidade. Assim, o estudante será estimulado a refletir com profundidade sobre sua identidade e papel na sociedade.

Desta forma, o aluno poderá fazer uma autodescoberta: quem sou, como me reconheço, o que almejo – sempre respeitando a identidade, história e valores de cada um.

O Projeto de Vida vai exigir do estudante entender as competências exigidas pelo mercado de trabalho mas que também produzem sentido na esfera pessoal.

Empreendedorismo, inteligência socioemocional, domínio de tecnologias, criatividade e também habilidades técnicas que facilitam o ingresso na vida profissional.

Outro objetivo é fazer com que o aluno possa saber viver em sociedade, desempenhando o papel de cidadão e agente ativo nas relações interpessoais. Dando a ele, responsabilidade coletiva, ter ética e empatia, com as pessoas e com o meio ambiente.

Comentários estão fechados.