Oferta e demanda: Entenda o que é e como funcionam

Entenda como esses dois princípios básicos sustentam e movimentam a economia.

0

Você sabe o que é oferta e demanda na economia? Vamos explicar cada termo utilizado para compor a lei da oferta e demanda, um princípio básico da economia. 

Basicamente, a oferta se refere à quantidade de um produto disponibilizado pelos ofertantes.

Já a demanda é a quantidade de procura pelos compradores de um produto.

Entenda mais, a seguir!

Oferta e demanda: o que são?

A oferta e demanda são os dois pontos básicos para o movimento e equilíbrio da economia.

Essa teoria garante na prática o funcionamento do mercado econômico e a quantidade de produtos disponibilizados para compra.

Os dois pontos são:

  • Oferta: quantidade de produtos ofertados pelas empresas para compra. 
  • Demanda: quantidade de pessoas que podem ou desejam comprar um produto. 

Em outras palavras, podemos dizer que oferta e demanda são dependentes entre si, ou seja, um ponto precisa do outro. 

Muitos fatores podem influenciar a oferta, como o custo da matéria-prima para a produção do produto, as ferramentas tecnológicas e o valor do produto no mercado quando ele já existe.

Já a demanda é determinada pelos consumidores e também é dependente de alguns fatores indicados por eles, como a capacidade de compra das pessoas, as tendências do mercado, entre outros.

Existe um gráfico que explica como a oferta e demanda conseguem encontrar um equilíbrio no mercado para que não sature as lojas com um produto que não possui muita procura ou para não faltar um produto que está sendo muito procurado.

Veja: 

Como podemos ver no gráfico acima, o ponto de encontro entre a oferta e a demanda é o ponto de equilíbrio.

Esse ponto de equilíbrio é muito importante para determinar o preço do produto e para corresponder à procura da população.

Dessa forma, é possível fazer a oferta conforme pede a demanda — resultando em um mercado equilibrado sem o excesso de produtos e nem a falta deles. 

Oferta e demanda: como funcionam?

Para você entender melhor como o mercado consegue encontrar o ponto de equilíbrio, você precisa entender como funciona a lei da demanda e a lei da oferta. 

Lei da demanda

A lei da demanda determina que: se o valor de um produto for alto, consequentemente haverá uma procura menor da população.

Por outro lado, se o produto possuir um valor baixo, então a demanda será maior. 

Através dessa lei é possível encontrar o valor que o produto terá e, como resultado, o mercado estabelecerá uma média do preço do produto. 

A seguir, vamos mostrar um gráfico que explica a relação do preço do produto com a demanda da população.

Veja:

Podemos ver (no gráfico) que conforme o preço for alto (P1), consequentemente a demanda é menor (Q1).

Porém, se o preço do produto for baixo (P3), a demanda é maior (Q3). 

Excesso da demanda

É importante que o mercado encontre o ponto de equilíbrio para que não aconteça excesso de demanda. 

Vamos exemplificar o que pode ocasionar um excesso da demanda: uma empresa vende uma determinada caneta por R$20,00 reais e coloca à venda apenas 40 unidades.

Mas a procura por essa caneta é maior (60 unidades) e acaba gerando o excesso da demanda — quando a procura é maior que a oferta. 

Então, para encontrar o ponto de equilíbrio, o excesso de demanda fará com que o preço aumente.

Sendo assim, a procura irá diminuir e a empresa irá abaixar o preço para que possam comprar — encontrando o ponto de equilíbrio.

Agora que você entendeu o que é a lei da demanda, vamos entender a lei da oferta.

Se o preço de um determinado produto aumenta, então os fornecedores aumentarão a quantidade para poder ganhar mais.

Enquanto houver demanda por aquele produto, o preço se mantém ou pode até subir.

Entretanto, no momento que a oferta ultrapassa a demanda, a tendência é que o preço se estabilize, ou até mesmo comece a cair.

Excesso da oferta 

Vamos dar um exemplo sobre o que pode gerar o excesso da oferta com o seguinte caso: o mercado encontrou um preço médio de um pacote de arroz de 5 kg por $12,00 reais, já que a demanda é alta e os consumidores podem pagar por esse preço. 

Se o mercado triplica o valor do pacote de arroz, muitas pessoas não poderão mais comprar e, consequentemente, haverá um excesso de mercadoria.

Com esse excesso , a tendência é que o mercado abaixe o preço.

Excesso de mercadoria

Também é preciso lembrar que pode acontecer o excesso de mercadoria, ou seja, se ela não está sendo vendida, consequentemente seu preço tende a cair. 

Qual a diferença entre oferta e demanda?

Você já entendeu o que é a oferta e demanda, mas ainda está na dúvida sobre qual a diferença entre os termos? Fique tranquilo que iremos te ajudar a entender!

A diferença entre oferta e demanda é que a oferta pode ser representada pelas garrafas de água que estão disponíveis no mercado e a demanda pela sede de beber, ou seja, a primeira gera a lei da oferta e a segunda a lei da procura. 

Como a oferta e demanda podem afetar o seu negócio?

Agora que você entendeu os princípios básicos da economia que rege o mercado, então pode estar se perguntando como essas leis podem afetar o seu negócio. 

É simples: é preciso ficar atento às oscilações do mercado do setor que a sua empresa atua. Identifique como estão as suas vendas, como está a procura pelo seu produto e o seu  valor no mercado. 

Além disso, o seu preço pode estar abaixo dos seus concorrentes e, então, você está deixando de ganhar mais dinheiro.

Ou talvez você possa aumentar o preço da sua mercadoria porque o seu público-alvo pode pagar mais por ele. 

Fique ligado nas notícias econômicas do seu setor para encontrar o ponto de equilíbrio entre a oferta e demanda do seu produto. 

Fonte: Azulis