Quer abrir uma empresa em Petrolina? Confira o passo a passo

0

Você é um empreendedor em Petrolina e quer abrir uma empresa em 2020?

Em um passado não tão distante, esse processo era bastante burocrático e complicado, mas com a nova Lei da Liberdade Econômica, sancionada em 2019, e a digitalização da junta comercial do estado de Pernambuco (JUCEPE), ficou mais fácil para se começar um empreendimento de baixo risco!

Nós listamos aqui de maneira objetiva exatamente o que você precisa fazer para ter seu negócio totalmente dentro da lei!

Isso é o que você precisa fazer:

1 – Solicitar viabilidade na Junta Comercial (JUCEPE)

A consulta de viabilidade serve para checar se a empresa que se pretende abrir pode funcionar naquele determinado endereço, levando em consideração as características do empreendimento, fazendo uma relação entre os CNAEs das atividades e o endereço escolhido.

Nessa fase também é verificado se o nome empresarial pretendido está disponível para registro na Junta Comercial de PE.

Todo processo é eletrônico e feito pelo Portal de Serviços da Junta Comercial. Aqui cabe novamente o alerta de que você precisa procurar um profissional contábil para fazer o processo ou te orientar, visto que há detalhes importantes que devem ser verificados com cuidado.

Endereço da JUCEPE em Petrolina: s/n, Av. Manoel dos Arroz – Vila Moco / CEP 56306-385, Petrolina – PE

Telefone da JUCEPE em Petrolina: (87) 3866-6505

Site da JUCEPE: http://portal.jucepe.pe.gov.br/

Taxas da JUCEPE: http://portal.jucepe.pe.gov.br/tabela-precos

2 – Preparar documentação para a abertura da empresa

Com a viabilidade aprovada e com o nome empresarial pretendido também liberado para uso, o próximo passo é preparar toda documentação necessária para dar entrada no registro na Junta Comercial de PE.

Como regra, a documentação exigida é:

  • Capa do Processo: Com o nome empresarial, atos e eventos para registro devidamente preenchida e assinada pelo administrador, sócio ou procurador ou do titular, representante legal, diretor. No caso de procurador, anexar procuração, com poderes específicos e, se por instrumento particular, com firma reconhecida.
  • Documentos de Identidade: de todos os sócios e sócios administradores, titular, representantes legais, diretores (cópias autenticadas em cartório).
  • Instrumento de inscrição: (ato constitutivo, contrato social ou requerimento do empresário), em única via, com as firmas de todos os sócios reconhecidas em cartório. Se a sociedade não for enquadrada na condição de micro empresa ou negócio de pequeno porte, o contrato deve conter visto de advogado.
  • DARF / Taxa cobrada pela Junta Comercial:  original, com código de barras, gerado pelo Sicalcweb, quitado, com autenticação mecânica do banco ou com o comprovante de pagamento, original, do valor pago correspondente ao ato.
  • DBE (documento básico de entrada do CNPJ): devidamente assinado, conforme instrumento apresentado.

3 – Protocolar na Junta Comercial de Pernambuco (JUCEPE)

Com toda documentação em mãos o próximo passo será dar entrada na Junta Comercial.

Caso a junta comercial encontre algum problema na documentação apresentada, o processo é colocado em exigência e será necessário fazer a correção.

Caso esteja tudo em ordem, a empresa será registrada, as inscrições no CNPJ (da Receita Federal), Inscrição Estadual (da Secretaria de Fazenda) e o NIRE (da junta comercial) e a Inscrição Municipal (da prefeitura) serão gerados.

Importante destacar que com a nova sistemática adotada para abertura de empresas em várias juntas comerciais, a retirada de documentos aprovados se dá pelo próprio site.

O documento vem assinado eletronicamente e sua autenticidade pode ser conferida pela internet por qualquer interessado.

Findado essa fase você já terá a empresa aberta, com as devidas inscrições.

No entanto, a partir desse momento é que começam surgir as obrigações legais da empresa, principais e acessórias.

Por isso agora é indispensável que seu negócio tenho um contador responsável para acompanhar e mantê-la regular.

Designed by @yanalya / freepik

4 – Obter licenciamento/alvará de funcionamento

Dependendo das atividades da empresa pode ser necessário obter licenças, alvará de funcionamento ou credenciamentos e inscrição em órgãos de classe para poder funcionar regularmente.

Algumas atividades, em que a empresa não tem estabelecimentos físicos e são constituídas em endereços residenciais, por exemplo, a obtenção de licenças pode ser concedida de forma automática, direto do portal de licenciamento adotado pela prefeitura ou administração regional.

Como envolve questões relacionadas ao próprio negócio do cliente, a pessoa mais indicada para obtê-las é o próprio responsável pela empresa que conhece seu detalhes.

Também há empresas especializadas que prestam esse tipo de serviço.

Pronto! Após realizar todas essas etapas, sua empresa será aberta em breve!

Nós sabemos que o processo de abertura de uma empresa pode se tornar um pouco complicado, devido às diversas variantes envolvidas particulares das características de cada negócio.

Qualquer problema no decorrer desse processo pode ocasionar um problema maior lá na frente.

Dica Extra: Já imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Conheça um dos programas mais completos do mercado que vai te ensinar tudo que um contador precisa saber no seu dia a dia contábil, como: Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa de Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Fonte: Facilite

html image example