PIS/Pasep: R$ 24,5 bi estão disponíveis para saque

O PIS/PASEP que é destinado aos trabalhadores com carteira assinada funciona como se fosse um “14°salário”, no entanto, muitos deixaram de sacar o valor. Ainda estão na conta do PIS/Pasep mais de R$ 24,5 bilhões para serem sacados.

O valor está destinado para os trabalhadores que tinham carteira assinada entre as décadas de 70 e 80. Os beneficiários que já faleceram e não sacaram o dinheiro, poderá ser retirado por seus herdeiros.

O Fundo PIS/Pasep foi extinto, por isso, cerca de R$ 22,8 bilhões que forma repassados para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), e R$ 1,2 bilhão são recursos do abono salarial não sacados em outros anos. Já para o atual calendário, o valor disponível é de R$ 448,4 milhões.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Quem pode retirar cotas do PIS?

Para retirar as Cotas do PIS, o trabalhador precisa estar cadastrado como participante do Fundo PIS/Pasep até 4 de outubro de 1988 e que ainda não sacaram os valores.
Este ano não será mais possível realizar o saque, isto porque, o abono salarial do PIS/Pasep 2020/2021, referente ao ano base 2019, terminou em 30 de junho de 2021.

No entanto, a retirada do dinheiro ainda poderá ser feita pelo trabalhador pelos cinco anos seguintes após o encerramento do cronograma de pagamentos.
Você agora só poderá retirar o valor no ano que vem, já que o calendário que deveria ser liberado agora em julho foi transferido para 2022.

Comentários estão fechados.