Hipertensão dá direito ao auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez?

O artigo de hoje é direcionado para aqueles cidadãos que sofrem de hipertensão, popularmente conhecida como pressão alta. 

Se você está passando por esse problema de saúde e quer saber se pode ter direito a aposentadoria ou auxílio-doença, continue lendo este artigo. 

Auxílio-Doença e a hipertensão 

O Auxílio-Doença é um benefício por incapacidade devido ao segurado do INSS que comprove, em perícia médica, estar temporariamente incapaz para o trabalho em decorrência de doença ou acidente.

Este benefício é temporário e visa auxiliar o segurado para ele continuar recebendo um determinado valor enquanto se encontra incapaz de realizar suas atividades laborais, seja por motivo de acidente ou doença.

Quanto ao auxílio-doença para quem sofre de hipertensão, preciso começar dizendo que a pressão alta não compromete a rotina de um cidadão para suas atividades laborativas.

Entretanto, caso seja preciso que o paciente com hipertensão necessita passar por algum tratamento, onde seja identificado pelo perito do INSS que o cidadão não pode realizar suas atividades laborativas, o INSS poderá entender que aquele cidadão está temporariamente incapaz.  

Em algumas situações a pressão alta faz com que o paciente desenvolva outros problemas que podem em alguns casos precisar de procedimentos cirúrgicos. 

Exemplo: Um segurado que sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) diante dessa situação caso ocorram sequelas que o impeça de realizar suas atividades básicas do dia a dia, ele não poderá desenvolver as atividades de trabalho por um tempo.

Aposentadoria e a hipertensão 

Sofrer com a hipertensão não é um impedimento para que o trabalhador realize suas atividades laborais, entretanto é preciso que sejam tomados os devidos cuidados.

Quanto ao direito a aposentadoria isso vai depender da situação, pois se o trabalhador sofrer um AVC e por esse motivo fique com sequelas que o impeçam de trabalhar ele poderá sim, ter direito a aposentadoria por invalidez, por esse motivo será necessário passar por uma perícia médica do INSS, para ser determinada a concessão do benefício.  

Exemplo: Senhor Jorge sofreu um AVC e em decorrência disto ele ficou com uma sequela, pois teve toda sua parte esquerda do corpo paralisada, nesta situação não tem como o senhor Jorge voltar a executar suas atividades laborativas, por esse motivo ele poderá requerer a aposentadoria por invalidez.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.