O SPED FISCAL possui um processo de funcionamento bastante claro. A partir de sua base de dados, a empresa deve gerar um arquivo digital de acordo com leiaute estabelecido em Ato COTEPE.

Neste arquivo deve informar todos os documentos fiscais e outras informações de interesse dos fiscos federal e estadual, referentes ao período de apuração dos impostos ICMS e IPI.

Além disso, este arquivo deverá ser submetido à importação e validação pelo Programa Validador e Assinador (PVA) fornecido pelo SPED. O arquivo eletrônico contém todas as informações a respeito das operações e prestações ocorridas no mês civil.

Inclusive, deve-se trazer a apuração do valor do imposto a recolher ou do saldo credor a transportar para o período seguinte. Assim, é necessário estar acompanhado da assinatura digital do contribuinte e de todas as informações relativas às eventuais situações de exceção na tributação do ICMS.

O arquivo digital da EFD é submetido à validação de consistência de leiaute mediante o uso do PVA – Programa de Validação e Assinatura, que verifica a consistência aritmética e a estrutura lógica das informações do arquivo em face das especificações técnicas obrigatórias, antes do envio do arquivo a Secretaria da Fazenda.

Após a validação, é constatada a validade e autenticidade da assinatura digital, a geração de algoritmo que garanta a integridade das informações. Somente então se dar o envio do arquivo digital, mediante a utilização do programa de Transmissão Eletrônica de Documentos – TED.

Os principais erros na geração do Sped Fiscal

Quando analisamos o processo de geração do Sped Fiscal, os erros recorrentes apontados pelo Programa Validador do EFD ICMS/IPI, são:

1 – Erro de estrutura: Importação não realizada
2 – Erro de registro filho na validação do EFD ICMS/IPI
3 – Duplicidade de ocorrência
4 – Erro: Campo obrigatório -4 ? COD_PART ? Registro XXX
5 – Erro: Campo obrigatório para contribuintes domiciliados no Brasil ? 8 ? COD_MUN?
6 – Erro: Registro filho não informado – C420
7 – Erro: COD CTA – Registro 0300
8 – Erro: 11_CFOP
9 – REGISTRO C113 – 10 – CHV_DOCe

Campo obrigatório para contribuintes domiciliados no Brasil ? 8 ? COD_MUN?

COD_MUN: código do município

Já sabemos que o o Registro 0150 (Tabela de Cadastro de Participante) traz todas as informações das pessoas físicas e jurídicas envolvidas nas transações comerciais do contribuinte obrigado a entregar o Sped Fiscal, certo?

No entanto, por algum motivo, o arquivo .txt gerado pelo software da empresa, deixa de carregar as informações acerca do munícipio em que o participante está localizado, ocasionando o erro apontado pelo PVA.

Preenchimento: Os estabelecimentos situados em outra unidade da federação, sem ter endereço e/ou estabelecimento físico na unidade federada, devem informar o código de município da capital do estado, constante da Tabela de Municípios do IBGE.

Validação: o valor informado no campo deve existir na Tabela de Municípios do IBGE, possuindo 7 dígitos.

Erro: Campo obrigatório -4 ? COD_PART ? Registro XXX

COD_PART: código do participante

Conforme comentamos acima sobre os erros de estrutura, este erro aponta inconsistência de informações dos campos tratados como obrigatórios e que, por algum motivo não foram informados.

O registro de código de participantes (COD_PART), de caráter obrigatório é utilizado para informações cadastrais das pessoas físicas ou jurídicas envolvidas nas transações comerciais com o estabelecimento, no período correspondente.

Validação Campo 04 (COD_PART): o valor informado deve existir no campo COD_PART do registro 0150, exceto quando se tratar de NFC-e (modelo 65).

Ao clicar sobre o erro apontado, o PVA abrirá a tela indicando qual o lançamento está sem a informação obrigatória do COD_PART para solução.



DICA Jornal Contábil! Conheça o maior treinamento de Analista Fiscal do Brasil! O Programa de Formação em Analista Fiscal é o curso online mais completo, prático e atualizado sobre o setor fiscal e tributário do Brasil.Você que trabalha no setor fiscal precisa ter em mente que NÃO HÁ MAIS ESPAÇO PARA AMADORES.

Você vai aprender de maneira aprofundada, assuntos que não são abordados dentro das salas de aula das faculdades, o que é de fato cobrado dentro da realidade dos profissionais de contabilidade. Ou seja, você vai aprender de forma prática e aprofundada, a nossa legislação tributária, e como entender os principais tributos do nosso país e assim dominar totalmente o setor fiscal/tributário

Essa é a última chamada, as vagas estão se encerrando, e se matriculando hoje você ainda ganha inteiramente grátis os cursos de Analista em eSocial, Especialista em SPED, curso de Contabilidade na Prática, o livro digital Descomplicando o SPED e muito mais. Corra as vagas já estão acabando. Clique aqui e garanta a sua!



Conteúdo original SPED Brasil