O Governo adotou uma série de medidas e orientações para manter o equilíbrio diante da pandemia gerada pelo Coronavírus (COVID-19), uma dessas medidas é a suspensão da prova de vida. Entenda como isso funcionará!

O que é a prova de vida?

A prova de vida é a maneira encontrada pelo Governo para que os benefícios não sejam concedidos indevidamente.

Então, todo ano, os aposentados e pensionistas do INSS devem comparecer ao banco que faz o pagamento do seu benefício e literalmente comprovar que é você mesmo e que está vivo.

Como é feita a prova de vida?

Para fazer a prova de vida, qualquer que seja o seu regime de previdência social, basta que você compareça pessoalmente com um documento oficial de identificação com foto. É simples assim.

Porque a prova de vida foi suspensa?

Todos nós, hoje, já sabemos que o grupo de risco do Coronavírus é composto, principalmente, por idosos e por essa razão seria incabível tirar os idosos de casa para expô-los apenas para fazer a prova de vida.

Essa medida faz parte das precauções adotadas pelo Governo para o controle da propagação do Coronavírus.

Importante lembrar que para os segurados que têm mais de 80 anos ou debilitados que solicitam a prova de vida in loco por um servidor do INSS, também se aplica a suspensão. Novamente, a ideia é poupar a exposição ao risco por contato com terceiros.

Por quanto tempo a Prova de Vida fica suspensa?

A prova de Vida ficará suspensa, segundo a Instrução Normativa nº22, por 120 dias. Após este prazo aguardaremos para identificar se haverá necessidade de prorrogação da suspensão ou se o prazo para fazer a prova de vida volta a correr normalmente.

Não abra mão dos seus direitos antes de conhecê-los, clique aqui e solicite um atendimento com a nossa equipe especialista em causas previdenciárias.

Conteúdo original Accadrolli & Maruani Advocacia Previdenciária