Quais serão os principais desafios enfrentados com a volta gradativa da economia

0

O ano de 2021 já começou e está a todo vapor, muitas expectativas em relação a diversos temas, como vacina, abertura dos comércios, melhora na procura e venda de produtos, entre outros. A questão é que na realidade tudo é mais complicado do que parece.

Mesmo com a aprovação da Anvisa em relação a duas vacinas e o início da vacinação, ainda se fala muito sobre a necessidade, em grande parte das regiões brasileiras, de restrições nas atividades e medidas de isolamento, para que não tenham ainda mais consequências.

Inclusive, no estado de São Paulo foi aprovado que de segunda a sexta-feira após as 20h apenas os serviços essenciais funcionem, e aos sábado e domingo a capital paulista e outras cidades entram na fase vermelha, que é a mais restritiva do plano do estado.

Essa medida está prevista para durar até o dia 7 de fevereiro, na qual haverá uma reavaliação.

emprego

O problema é que com essa alternativa, mas sem o apoio do auxílio emergencial que foi proporcionado durante o ano de 2020, muitos comerciantes e empresários de pequenos e médios negócios serão impactados negativamente, já que não terão esse benefício para manter os gastos básicos.

“Diante desta triste realidade, essas pessoas precisam buscar medidas que possam salvar suas empresas, mas dentre a maioria das opções, como créditos bancários, além dos altos juros, a demora na aprovação são desanimadores, já que os bancos também estão sofrendo com uma alta demanda”, explica Caio Mastrodomenico, CEO da Vallus Capital.

Por isso, é importante ressaltar como a antecipação de recebíveis é uma solução viável para o momento. Ela é capaz de proporcionar o valor integral de uma venda parcelada, melhorando a situação do caixa do local.

Isso é essencial, principalmente para que o empresário possa se organizar e até se preparar caso seja novamente necessário o fechamento de alguns estabelecimentos.

“Temos que entender que tudo tem que ser considerado, ao mesmo tempo que é preciso o distanciamento social controlado para que essa doença não se agrave, também precisamos salvar a vida dos pequenos e médios negócios que são o trabalho de muitas pessoas, que levam o dinheiro para casa todo dia”, finaliza o CEO.

Sobre a Vallus Capital