RAIS: Como receber o recurso das declarações feitas fora do prazo

0

A Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento do abono salarial 2020/2021.

O recurso é referente às declarações da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ano-base 2019, que foram entregues fora do prazo ou que tenham sido retificadas pelos empregadores até 30 de setembro.

Por isso, o novo calendário têm início nesta terça-feira, 8, e os primeiros beneficiários são os trabalhadores nascidos entre julho e novembro. 

Os pagamentos se se estendem até março de 2021, mas o saque para os trabalhadores que recebem o abono está mantido até 30 de junho de 2021.

O mesmo vale para aqueles que receberam no calendário anterior, pois, cerca de dois milhões de trabalhadores ainda não realizaram o saque do benefício. 

Se você faz parte do grupo de trabalhadores que têm direito ao abono, saiba que poderá receber de R$ 88 a R$ 1.045.

O cálculo é feito de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base 2019.

Para pagar todos os beneficiários, a Caixa irá disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões de trabalhadores. 

Como saber se eu tenho direito?

Para os trabalhadores que estão em dúvida, basta fazer a consulta para saber se irá receber o abono salarial, bem como, o valor que será disponibilizado.

Essa informação pode ser obtida de forma simples, então, escolha a opção que achar mais viável: 

  • Por meio do app Caixa Trabalhador;
  • Pelo atendimento Caixa ao Cidadão no telefone 0800 726 0207;
  • Pelo site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial.

Como sacar o recurso?

De acordo com a gestora dos pagamentos, existem algumas opções de ter acesso ao recurso.

Uma delas é o depósito em conta na Caixa.

Então, quem já possui não precisará fazer nada, pois, o recurso será depositado diretamente nas contas existentes.

dívida união

Assim, os valores podem ser movimentados da seguinte forma: 

  • Com o cartão da conta;
  • Pelo Internet Banking Caixa; 
  • Pelo app da Caixa. 

No entanto, caso o beneficiário não tenha nenhuma conta na Caixa ou por algum motivo o recurso não possa ser creditado em conta existente, o trabalhador poderá realizar o saque com o Cartão do Cidadão, utilizando sua senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas e nos Correspondentes Caixa Aqui, bem como nas agências.

Caixa Tem

A novidade para esses trabalhadores é a possibilidade de sacar o recurso através da Conta Poupança Social que têm sido utilizada pelos beneficiários do auxílio emergencial, por exemplo.

A ferramenta não possui custos e será aberta automaticamente, assim, o trabalhador não precisará ir até uma agência da Caixa para solicitar a abertura ou registro da sua conta. 

Também não há a necessidade de apresentar documentos, pois, a Caixa utiliza todas as informações do banco de dados do trabalhador.

Segundo a Caixa, a Conta Poupança Social Digital é uma poupança simplificada e possui limite mensal de movimentação de R$ 5 mil.

Assim, a movimentação do recurso pode ser feita por meio do aplicativo Caixa Tem.

Além de ser fácil utilização, o aplicativo é compatível com mais de 11 mil aparelhos.

Como utilizar?

Através do Caixa Tem, é possível realizar compras presenciais ou virtuais, seja em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos que aceitam o cartão de débito virtual e QR Code.

Para isso, estão disponíveis dois recursos: 

  • Cartão de Débito 
  • QR Code 

Além disso, o trabalhador pode ainda realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas por meio da opção “Pagar na Lotérica” do Caixa Tem.

Para o saque, basta ir até os terminais de autoatendimento, lotéricas e Correspondentes Caixa Aqui a partir da geração de token diretamente no app Caixa Tem.

O token também pode ser gerado nas agências, com a apresentação de documento de identificação com foto.

Por Samara Arruda, com informações da Caixa Econômica Federal