Para quem está começando a empreender, existem alguns conceitos básicos. Alguns são cruciais e sem dúvida essenciais para iniciar o registro do seu novo negócio. Antes de mais nada, você precisa começar sabendo o que significam os termos principais que são razão social, nome fantasia e também reconhecimento de firma.

Razão Social.

A razão social é o nome oficial da sua empresa. É o nome que estará vinculado a todos os documentos e ao famoso número do CNPJ que é a inscrição mais importante da sua empresa. Esse nome constará, em registros em cartório, além da junta comercial e programas ou órgãos governamentais.

Também estará no contrato social e documentos fiscais como documentos bancários, escrituras, qualquer outra documentação oficial que seja necessária para o andamento do negócio.

A Razão Social, tem que ser sua ou seja nenhum outro embelecimento pode ter esse mesmo nome de razão social. Mesmo que essa outra empresa seja sua.

Para descobrir se o nome escolhido já foi usado em outra empresa, basta entrar na Junta Comercial do seu Estado. Para decidir o nome, é importante saber que a razão social estará dividida em três partes distintas, designação, atividade e enquadramento da empresa.

Designação, atividade e enquadramento da razão social.

A designação diz respeito ao nome em si, escolhido por você e consultado na Junta, assegurando que não exista nenhuma outra empresa com o mesmo nome. Já a atividade diz respeito ao ramo em que sua empresa atua, e/ou ao serviço que ela oferece. O enquadramento, por sua vez, pode gerar dúvidas. O termo refere-se a responsabilidades, cargos e funções dos diretores, presidentes, CEOs ou administradores dentro da empresa. Dito isso, o enquadramento da sua razão social pode ser definido pela sigla S.A. ou LTDA.

Logo, o enquadramento da razão social deve ser definido de acordo com o modelo de capital social de sua empresa. Então, retomando: a razão social será definida pela equação Designação + Atividade + Enquadramento da empresa. Ficando então sempre em maiúsculo: NOME DA SUA EMPRESA SERVIÇO OFERECIDO LTDA.

Nome Fantasia

Nome fantasia é conhecido como  o nome de marca. É o termo utilizado para identificar o estabelecimento. Então, a partir do momento em que a empresa registra a razão social na junta comercial e decide iniciar suas atividades, ela deverá registrar um nome comercial. Esse será utilizado na fachada do estabelecimento e produtos da empresa e também material de publicidade. Este nome também será aplicado nos materiais impressos da instituição.

O nome fantasia pode ser igual a razão social. Mas não tem obrigatoriedade neste aspecto pois é empregado de forma mais atrativa para o cliente.

O registro do nome fantasia deve ser  devidamente registrado no registro geral de marcas e patentes, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). O INPI dá direito à utilização do nome da marca/produto ao registro que for primeiro efetuado. Esse registro não é obrigatório, mas, uma vez feito, passa a ser considerado uma marca registrada. Essa marca começa então a apresentar o símbolo ® e a empresa a que se refere passa a ser sua dona absoluta.

Firma

O uso do termo firma se aplica nas empresas em que os sócios exercem as funções formalmente de forma pessoal, como  advocacias, arquitetos, consultórios médicos, engenharias e até mesmo escritórios contábeis.

A firma deve ser registrada pelo nome de todos os sócios ou de apenas um, mas tem que usar pré fixos como as expressões “& Cia” ou “e Cia”, “Irmãos”, “Filhos”, indicando que a sociedade decidiu não colocar o nome de todos os sócios no nome: NOME DO SÓCIO & CIA.

Você que está começando agora a empreender e está abrindo a sua empresa, vou te dar uma dica, você sem duvidas precisa de um bom software para gestão empresarial.

Conteúdo via NXFácil

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.