A Synchro, maior provedora brasileira de soluções para conformidade fiscal e tributária, assinou um acordo de cooperação com a Receita Federal e a apoiará no desenvolvimento e aperfeiçoamento do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), com a finalidade de colaborar na simplificação do atendimento das obrigações tributárias, principais e acessórias. O projeto SPED 2.0 tem como foco as melhorias no ambiente de negócios do país, integração de processos relacionados ao controle das administrações tributárias e a redução de custos para as empresas.

A empresa vai participar de todo o processo de modernização e simplificação e atuará na identificação de soluções para atender as exigências decorrentes da nova fase do SPED. Serão realizadas discussões e reuniões promovidas pela Receita Federal, com a presença da Synchro no desenvolvimento do projeto, com objetivo de prover inteligência tributária para aprimorar a unificação e guarda das informações de interesse fiscal, inovando a relação entre Fisco, entidades reguladoras, empresas e sociedade.

Segundo Leonel Siqueira, Gerente Tributário da Synchro, essa nova etapa vai trazer muitas vantagens para o setor empresarial brasileiro. “O compartilhamento de ideias, sugestões e estratégias, entre usuários e Fisco vai promover maior eficiência na captação e no tratamento das informações prestadas pelos contribuintes”, disse Siqueira. O executivo ressalta que o SPED é o “caminho para a eliminação de obrigações redundantes e para a diminuição do custo da conformidade tributária”.

De acordo com o FEA (Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP), as empresas no Brasil desembolsam mais de R$ 30 bilhões por ano para atender o Fisco. Para superar esse gargalo, Siqueira ressalta que as medidas anunciadas pela Receita vão estimular um ambiente de negócio mais eficiente e capaz de aumentar a produtividade do setor privado.

Participação da Synchro

A nova fase do projeto SPED foi oficializada no dia 07 de agosto, com a assinatura dos acordos de cooperação, durante o Fórum de Simplificação e Integração Tributária, evento promovido pela Receita Federal. A Synchro faz parte de um grupo de trabalho que reúne 37 empresas ao todo, que passam a ser oficialmente participantes do projeto piloto do Fisco Federal.

Para Siqueira, o convite para participação dessa nova fase do SPED deve-se ao histórico de colaboração da Synchro com a Receita Federal. Ao longo de vários anos, a empresa participou ativamente em validações conceituais, desenvolvimento de soluções para a ECD, EFD-Contribuições e ECF, além de disponibilizar conhecimento técnico das matérias tributárias. “Nosso bom relacionamento com o órgão federal foi fundamental para participarmos desse projeto e sermos uma empresa partícipe dessa nova fase”, afirma o executivo.

Sobre a SYNCHRO

Fundada em 1991, a Synchro é a maior provedora nacional de soluções de conformidade tributária e fiscal, Cloud e on premises. Suas soluções combinadas, de software, informação e serviços, respondem com inteligência às necessidades do complexo cenário fiscal brasileiro, assegurando conformidade e eficiência ao processo da cadeia de valor fiscal tributário de seus clientes de maneira simples e inovadora.

Concebidas para assegurar confiabilidade e performance, as soluções SYNCHRO fazem uso de tecnologias atuais e robustas que permitem a integração de forma transparente aos principais ERPs de mercado. Estão em uso por mais de 400 grupos econômicos e milhares de usuários de diversos segmentos de negócio, tais como C&A, Dell, Dow, Embratel, Honda, HP, McDonalds, Philips, Saraiva, Unilever, Vale entre outros. Mais informações, acesse owww.synchro.com.br ou blog.synchro.com.br/.

Comente

Comentários

Deixe uma resposta