Saiba como aumentar relevantemente o valor da aposentadoria com apenas uma contribuição

0

Aqueles que estão próximos de completar os requisitos para se aposentar por idade, podem multiplicar o valor do benefício do INSS com uma única contribuição. 

De antemão, vale lembrar quais são os requisitos mínimos para se aposentar por idade. Esta categoria do benefício, funciona de forma que, o trabalhador deve ter no mínimo 15 anos de contribuição junto à previdência, além ter a idade necessária, sendo 65 anos para o homem e 60 anos para mulher. 

Posto isto, aquele que está perto de atender às condições citadas acima, pode elevar o valor da sua aposentadoria em até, R $3.860,14. Contudo, o segurado deve ter realizado o mínimo de 15 anos de contribuição, no período anterior à reforma da previdência de junho de 1994. Continue lendo e entenda melhor. 

INSS

“Milagre da contribuição única”

A partir da reforma da previdência que entrou em vigor em 94, as regras para o cálculo foram alteradas, de forma que atualmente a média de contribuição considera apenas as contribuições realizadas após junho de 1994, e coeficiente de 60% + 2% a cada ano que ultrapassa tempo mínimo de contribuições, sendo 15 anos para mulher e 20 para homem. Deste modo, se o trabalhador não contabilizar o que foi contribuído após a data da reforma e apenas pagar o teto, a média será baseada nesta última contribuição mais alta.

Isto acontece, pois, todas as quantias contribuídas pela previdência a partir de agora, irão afetar diretamente sua aposentadoria. Pois, como já foi dito em outras palavras, o INSS, só contabiliza salários de julho de 94 em diante. 

Sendo assim, caso o segurado esteja enquadrado nas condições já citadas, com uma única contribuição, investindo o valor de 20% sobre o teto, correspondente a R $1.276, ele triplicará o valor que iria receber caso contrário. Isto porque, qualquer contribuição que ele fizer após a data da reforma, será utilizado uma média total. Deste modo, a média dele seria o teto (R $6.433) menos o coeficiente de 60%, rendendo assim um valor para aposentadoria maior que um salário mínimo. Isto passou a ser conhecido como o “Milagre da contribuição única”, e pode ser uma realidade para muitos brasileiros. 

Cabe salientar, que o trabalhador rural, que exerceu atividades remuneradas anteriores a junho de 1994, também pode se utilizar da estratégia da contribuição única. 

Conteúdo por Lucas Machado