Saiba como ser uma referência no mercado atual sendo MEI

0

É um sonho poder ser dono do seu próprio negócio, fazer e produzir da forma como você deseja o seu produto, ou mesmo prestar o serviço da maneira como você acha que os seus clientes merecem, sem aquelas ordens superiores que você discorda muitas vezes, ou mesmo do tratamento com o cliente que você no lugar desse determinado cliente, sabe que não se sentiria à vontade ou satisfeito.

É diferente poder você mesmo ser o responsável pela qualidade do produto ou do serviço oferecido ao mercado, e esse é o sonho que muitos brasileiros cada vez mais buscam com as oportunidades que surgem no dia a dia.

E quem tem essa visão de empreendimento, pode contar hoje com o recurso que faz com que o trabalhador informal possa atuar dentro das leis, e assim consolidar a sua marca como referência de mercado.

É o caso de um recurso que cada vez mais é procurado pelos novos empreendedores para atuar na formalidade, o MEI (Microempreendedor Individual), no qual algumas regras devem ser seguidas para que o empreendedor se enquadre na classe do MEI.

Uma delas inclusive é a de que para estar enquadrado neste modelo inovador de regime de empreendimento, é necessário ter faturamento de até R$ 81 mil por ano.

O diferencial de uma marca

Estando então apto para exercer atividade como MEI, resta a você traçar o planejamento que irá levar ao caminho da consolidação de sua marca no mercado, frente aos concorrentes.

E esse plano de consolidar-se merece atenção até mesmo nos mínimos detalhes, alguns que inclusive parecem não ser tão relevantes, porém são e muito.

Exemplos de estratégias são:

Nome fantasia – Registrar a marca pode não parecer assim tão importante para algumas pessoas, porém é e muito.

É possível registrar no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) a sua marca, podendo assim consultar nomes existentes e fazer a escolha pelo que melhor represente o seu produto, ou serviço.

Afinal, o nome de uma marca diz muito a seu respeito, e seu vínculo à qualidade e referência pode estar até mesmo ligado inconscientemente pelo cliente. 

Portanto a escolha de um bom nome é muito relevante para consolidar-se no mercado, vide exemplos de refrigerante, imediatamente remete a Coca-Cola; ou esponja de aço com o Bombril.

Designed by Flamingo Images / shutterstock

Logotipo – O logo é tão fundamental quanto o nome, afinal é a identidade visual de seu produto que juntamente com o nome irá dar a força necessária para fazer de sua marca referência no mercado.

Há quem opte pelo MEI e não dê a devida atenção para o logo, achando que pode não ter influência, no entanto, basta imaginar a força e a eficácia que determinadas marcas levam em seu logo e será possível compreender a importância de dar a devida atenção a esse recurso.

Deve ser um logo que converse com o seu produto ou serviço, representando com elementos e cores algo que visualmente seja impactante aos olhos do cliente, é uma das receitas do sucesso para a consolidação de uma marca.

Divulgação – A internet é a maior aliada hoje dos produtos e serviços, é impossível não vincular uma marca bem administrada com uma boa divulgação.

Pensar no engajamento com o público alvo certo, nas redes sociais como ferramenta para mostrar como funciona seu produto, optar pelas parcerias certas para dar o empurrão necessário principalmente no início dos negócios.

Há quem ache que uma empresa que trabalhe como MEI não tenha importância de ser divulgada na internet, no entanto, hoje mesmo até os serviços básicos dominam o mercado por estarem com o devido posicionamento no mercado diante da internet e das redes sociais.

Boa administração – E não menos importante do que todas as estratégias acima citadas, está a forma de administrar o seu empreendimento.

As parcerias que poderão render frutos, consultar-se com quem entenda de pontos que você não tem tanto conhecimento, deixar que as suas dúvidas sejam sanadas por algum especialista, e não correr o risco por puro orgulho às vezes.

E inclusive poder deixar nas mãos de quem seja especialista em determinados assuntos, como por exemplo, responsabilidades que tenham a ver com a contabilidade da empresa, para que seja tudo feito de maneira correta, evitando futuros problemas com o fisco.

É saber que mesmo sendo você o chefe de seu empreendimento, há regras a serem seguidas, e isso é importante para que  sua marca seja administrada de forma séria e correta.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Fonte: Pabi Contábil

Pabi Contábil