Saque Emergencial do FGTS: Regras para receber os R$ 1.045

0

O novo saque emergencial de R$ 1.045 do FGTS terá seu calendário publicado nos próximos dias, já sabemos que o calendário está próximo de ser divulgado pois a data de inicio já foi confirmada através da MP 946 para começar no dia 15 de Junho.

O saque emergencial será liberado como mais uma alternativa de amenizar os impactos causados pelo novo coronavírus, que afetou diretamente a saúde financeira das empresas e dos brasileiros.

Para quem não sabe os recursos utilizados para liberação do saque tem como origem o fundo do Pis-pasep que através de medida provisória foi recentemente extinto pelo governo. O saldo para pagamento vem das contas inativas individuais que não foram resgatadas pelos trabalhadores desde o ano de 1988. Desse montante foi remanejado aproximadamente R$ 21,5 bilhões para o saque do FGTS.

FGTS

Regras do saque emergencial

Todos os trabalhadores que possuem saldo nas contas ativas (emprego atual) quanto nas contas inativas vão poder sacar o FGTS, o valor máximo permitido para saque é de R$ 1.045, ou seja, um salário mínimo. Mesmo que o trabalhador possua mais de uma conta com saldo ele continuará podendo sacar no máximo o valor do salário mínimo atual.

Existe uma ordem de saque determinada pela medida provisória. O saque começa pelas contas inativas (de empregos anteriores) com menor saldo, e depois o trabalhador poderá resgatar o dinheiro de contas ativas também com menor saldo.

Caso o trabalhador não deseje receber o FGTS basta informar a Caixa sobre a decisão, isso pode ser feito até dia 30 de agosto por meio de um aplicativo que ainda deve disponibilizado pelo banco.

O calendário de saques ainda não foi publicado pela Caixa, mas deve seguir a ordem do mês de nascimento do trabalhador. Quem nasceu em janeiro saca primeiro e os aniversariante de dezembro sacam por último.

Consulte se você tem saldo para sacar

Confira a seguir o passo a passo completo para consultar o seu saldo

Pelo App FGTS no Celular

1. Na loja de aplicativos do seu celular, busque FGTS. Clique em “Instalar” e abra o aplicativo.

2. Selecione a opção “Cadastre-se”.

3. Preencha todos os dados solicitados: CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e cadastre uma senha de acesso.

4. A senha deve ser numérica, com seis dígitos. Quem já usava o aplicativo pode repetir o mesmo número de senha que usava antes.

5. Depois de incluir seus dados, clique no botão “Não sou um robô”.

6. Você vai receber um e-mail de confirmação no endereço de e-mail informado por você. Acesse-o e clique no link que foi enviado.

7. Após o cadastramento, abra o aplicativo e informe o “CPF” e “senha” cadastrada.

8. Após o login, aparecerão algumas perguntas adicionais sobre sua vida funcional.

9. Após responder a essas perguntas, você deve ler e aceitar as condições de uso do aplicativo, clicando em “Concordar”.

10. Pronto, agora você já pode usar o App FGTS.

Consultar saldo pelo acesso no site

1. Acesse o endereço www.caixa.gov.br/extrato-fgts.

2. Informe o número de seu NIS ou de seu CPF e clique em “Cadastrar senha”.

3. Leia o regulamento e clique em “Aceito”.

4. Preencha todos os campos com seus dados pessoais.

5. Crie uma senha com até 8 dígitos, com letras e números, e confirme. Você será direcionado para a tela de login novamente.

6. Preencha os campos com NIS ou CPF, insira a senha cadastrada e clique no botão “Acessar”.