É preciso ter cautela no momento de decidir fazer essa antecipação no saque do FGTS

 

O saque de contas inativas do FGTS só devem começar em março, mas muitas instituições bancárias já estão de olho nos beneficiários que precisam desse dinheiro com urgência e lançaram novas linhas de crédito que antecipam esses valores. Mas é preciso ter cautela no momento de decidir fazer essa antecipação no saque.

“Vai depender muito da situação da pessoa. Se você está endividado ou no cheque especial, vale a pena trocar essa dívida mais alta por uma antecipação. Fora isso, é melhor aguardar o momento da liberação do saque para não perder essa quantia”, afirma o educador financeiro Edval Landufo.

A compra de um bem de serviço que seja urgente para a casa, como uma geladeira e um fogão, também pode ser um estímulo para fazer essa antecipação. “Se um bem de consumo essencial, como uma geladeira ou um fogão, quebrou e não tem mais conserto, então também vale a pena. Mas tem que colocar no papel. Se eu tenho um dinheiro para antecipar, então eu vou perder um percentual para o banco. É preciso ver se esse percentual não é maior do que os juros com a compra do bem de consumo a prazo porque se não for é melhor aguardar e efetuar a compra parcela mesmo”, esclarece o educador financeiro.

Antes de antecipar, é importante se planejar e fazer um diagnóstico financeiro levando em consideração todos os gastos e despesas, avaliando o que pode ser cortado. Também é importante fazer uma pesquisa nos bancos, comparar taxas de juros, buscando sempre o melhor custo benefício.

Veja algumas dicas antes de antecipar seu FGTS:

Planejamento Antes de decidir por antecipar ou não este recurso é importante planejar e refletir sobre os hábitos financeiros. Faça um diagnóstico financeiro levando em consideração todos os gastos e despesas avaliando o que pode ser cortado.

Pesquisa Antes de realizar o empréstimo, faça uma pesquisa nos bancos. Compare taxas e verifique outras linhas de crédito disponíveis com condições melhores de contratação, buscando o melhor custo benefício.

Urgência Só contrate o empréstimo em casos extremos, como emergência de saúde ou quando a pessoa já está pagando taxas de juros mais altas como é o caso de cheque especial e cartão de crédito.

Barganha Não deixe de sentar com o gerente do banco e negociar melhorias na proposta que eles oferecem e com isso tentar reduzir taxas.

Alerta Se o caso não for de urgência, essa antecipação deve ser evitada ao máximo, pois com isso se perderá rendimento. Para quem quer utilizar apenas para o consumo, ou para “aproveitar uma promoção imperdível”, segure a onda.  O dinheiro extra deve sempre ser usado para a realização de sonhos, como planejar uma aposentadoria sustentável.

Via correio24hrs

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.